Domingo, 30 de Agosto de 2009

AS APLICAÇOES PRÁTICAS DA TEORIA DA RELATIVIDADE EM PORTUGAL

                    OU O PORTUGUÊS DO NORTE E O DO SUL

 

   Na parte sul do país, mais propriamente no Alentejo existe uma árvore típica chamada CHAPARRO.  No Norte, no Minho, em dada escola, existia um professor que era fanático por tudo que fosse botânica. Sabendo que o contínuo da escola ia passar umas férias no Alentejo, pediu-lhe que tirasse uma fotografia a um chaparro para a sua colecção recomendando-lhe veementemente: Mas tire a fotografia bem de frente…

  O rapaz, chegado ao Alentejo, saiu de casa armado da máquina fotográfica e foi á procura de um chaparro…. Foi pela caminho fora até que viu dois alentejanos sentados a descansar em cima de um fardo de palha e perguntou-lhes se lhe podiam indicar qual das árvores das redondezas era um chaparro…

    “Ora essa compadre…todas estas aqui são chaparros…….”

O moço agradeceu, escolheu um chaparro bem grande e apontou-lhe a máquina fotográfica….Mas depois lembrou-se que o professor tinha pedido uma fotografia bem de frente…..e começou a andar á volta da árvore cogitando  qual seria a frente do chaparro, sob o olhar admirado e inquiridor dos dois alentejanos, que continuavam sentados a descansar….A certa altura indeciso resolveu pedir ajuda aos alentejanos…..Aproximou-se deles e pediu:

Algum dos senhores é capaz de dizer-me qual é a parte da frente daquele chaparro…. É que eu quero tirar a fotografia de frente……

Os alentejanos entreolharam-se  e diz um para o outro: Oh compadre Ermelindo vocemecê sabe qual é a parte da frente de um chaparro…?????

Responde o outro… Oh compadre Jacinto ê cá nunca pensei nisso…. Mas espere aí…aqui há meia hora vocemecê  não me disse para esperar um bocado, que ia cagar atrás daquele chaparro?

 Tem razão compadre foi assim mesmo …….

Atão onde cagou vocemecê?

Foi ali mesmo…tá a ver?

Atão já sabemos qual é a parte de trás, portanto a parte da frente é do outro lado! Pronto compadre, já pode tirar a fotografia………

 

publicado por mochovelho às 13:25
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Domingo, 2 de Agosto de 2009

DESCRIMINAÇÃO

Há muito que não ponho aqui as minhas tristes lucubrações……e isso significa uma coisa: EU NÂO TENHO TIDO PACIÊNCIA NEM PARA MIM PRÓPRIO! Relendo a frase que escrevi acho que esta tem uma evidência estúpida, porque, saudavelmente, os seres para os quais devemos ter menos paciência somos nós próprios. No depressivo panorama noticiário dos media destacam-se algumas boas noticias: alguns países europeus, por exemplo a Espanha, mas não só, decidiram-se a finalmente legalizarem o suicídio assistido… É um grande progresso moral e civilizacional, pois isso corresponde a desistirem da obrigatoriedade do sofrimento inútil imposto aos seus cidadãos. ALELUIA! Mas, entrando bem nas noticias verifica-se uma grave lacuna: um individuo qualquer, não pode requerer esse “ serviço”…… Tem que estar em estado terminal, ou reduzido a uma vida vegetativa para tal benesse lhe ser concedida. Aqueles que, como eu, ainda estão por enquanto num estado de saúde física aparente “razoável” terão de recorrer aos velhos sistemas da bala na cabeça, pendurarmo-nos no candeeiro ou dar o grande salto da falésia……. O mundo continua a ser injusto…. Os mandatários da vontade popular….(KKKK!) continuam a fazer leis lamentavelmente discriminatórias dos indivíduos com algum grau de lucidez. Seria muito mais fácil obtermos de um médico, após requisição escrita, uma receita adequada para voltarmos ao pó sem sofrimento….Mas não….. Somos obrigados a viver mergulhados nesta piscina planetária de merda política, social, moral, física e sei lá mais o quê, sem conseguirmos manter a cabeça sempre de fora e engolindo alguns pedaços desta trampa complexa de vez em quando……Respondem-me: Mas o que é que o impede de se pendurar no candeeiro ou saltar para o abismo? Têm razão! A resposta é: Tenho medo! Uma coisa é ir para um hospital, ver chegar a enfermeira que nos diz: “está na hora do seu comprimidinho senhor engenheiro”, tomá-lo e acordar na eternidade, outra é um acto físico violento em que somos protagonistas e vitimas……Renunciar á vida , pode ser um alívio sem dúvida, mas isso não quer dizer que , ao fazê-lo, não estejamos a contrariar os nossos instintos mais profundos e primários……Por isso uma ajuda era bem vinda!
publicado por mochovelho às 13:42
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sábado, 20 de Junho de 2009

VIVA A BADERNA

     Não consigo perceber o ensino em Portugal ….Refiro-me especificamente ao  chamado secundário, portanto aquela fase de presumível aprendizagem que sucede aos prévios 4 anos de escola primária e antecede a  hipotética entrada numa universidade…. Pelas minhas contas 8 anos de estudo (de estudo…. KKKK!!!!) divididos em 3 grupos desde o 5º até ao 12º anos. Até ao 9º ano a frequência é obrigatória para todos e verificamos que a grande maioria dos alunos atingem esse mínimo para abandonar a escola num estado de deplorável iliteracia ( geral). Presumo que, tendo o estado instituído já há muito tempo, uma lei segundo a qual nenhum menor pode trabalhar antes dos 15 anos de idade,  terá , até lá, que os meter em qualquer lado, ou seja , tirá-los da rua….por isso o 9º ano é obrigatório, não para os jovens aprenderem mas para  terem onde "estar" antes de atingirem os 15 anos e poderem então dedicar-se livremente á droga, prostituição e outras marginalidades……..         

      As noticias que me chegam de todo o secundário são desgraçadas , e não apenas as que se referem ao período do 5º ao 9º ano. Aqueles que continuam até ao 12º ano não escapam a esta triste realidade: prática impune de abstenção, indisciplina nas salas de aula, agressões a professores perpetradas não só por alunos, mas também pelos respectivos pais ……. Enfim …uma “baderna” vergonhosa tacitamente aceite por este regime de trampa em que nos atolamos.  Os professores não podem expulsar um aluno que sistematicamente prejudica o bom ambiente necessário a uma aula , em nome de uns direitos quaisquer  de uma minoria marginal,  mas o direito da maioria, (ou mesmo apenas um só que seja),  a aprender, pode ser prejudicado á vontade…. ??? Vamos lá a entender isto….!?!?!?  A tornar tudo isto pior, os paizinhos agora estão convencidos que é a escola que tem que educar os seus filhos…. quando a escola apenas tem que ensinar, a missão de educar é dos pais e, se não a quiserem assumir , mandem os filhos directos para reformatórios ou colégios internos e desamparem o sistema de ensino público da presença das suas obnóxias crias……

    Diz-me um interlocutor que existe escondido na minha cabeça:

        Mas o estado não pode abandonar estes jovens!!

      Pois não, nem abandona, são os jovens que abandonam uma atitude senão correcta pelo menos tolerável !!!! Em questão de abandono,  estão abandonados á partida sim , mas pelos pais…….

   Mas se assim for esses jovens vão engrossar as fileiras da marginalidade criando um problema social!

  E não teremos um problema muito maior se o sistema de ensino não funcionar devidamente por causa deles, ficando cada ano dezenas de milhar de potenciais bons alunos por progredir aprendendo decentemente??? Onde vamos parar?????

    De tanto praticarmos a tolerância, que a mim mais me parece puro laxismo, acabaremos numa sociedade de burros e frustrados, numa época da evolução humana em que o conhecimento, o saber, é um capital indispensável .   

 

publicado por mochovelho às 20:09
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Segunda-feira, 25 de Maio de 2009

HAVERÁ TERCEIRA VIA??

          Há terceira via?

 

     A velha Europa está cercada de invasores. Por eu chamar invasores aos imigrantes, não me ponham já a chancela de homófobo! A História é que tem a culpa..... Afinal o império romano do ocidente não terminou por causa de uma batalha e ocupação militar..... Terminou por absorção dos bárbaros e da sua cultura que pululavam como “imigrantes” em Itália. Foram os escravos e os bárbaros (bárbaro =estrangeiro, para quem não saiba) que acabaram com a Roma imprerial....

   Claro que se pode dizer que nós fomos para as terras destes imigrantes primeiro, fazermos o que queriamos e nos apetecia e que não poderemos moralmente recusar que agora invadam semipacificamente a nossa ..... Também é verdade que nos anos da prosperidade do século XX, países como a França, Inglaterra,  Alemanha fizeram as suas grandes obras públicas, as suas autoestradas , pontes , caminhos-de-ferro, centrais , etc., á custa de mão de obra semi escrava de países Africanos e Europeus mais pobres, (imigrantes de Espanha , Portugal e Grécia , por exemplo).... A estes argumentos eu chamo “ merda de boi, políticamente correcta” porque é um facto indiscutivel que os fins sempre justificaram os meios e o que vence é a razão da força e não o contrário.

    A política de imigração europeia foi durante anos uma desgraça... Precisando de mão-de-obra barata, e tendo milhares dos seus cidadãos a viver cómodamente nos países dos imigrantes, sugando-lhes as matérias primas que eles não sabiam usar, os países europeus escancararam as suas portas por motivos políticos e económicos. Receberam familias que criaram outras famílias e se fixaram nos países, mas foram e ainda são cidadãos de segunda ou terceira classe, empilhados em guetos suburbanos e contribuindo significativamente para a criminalidade....( nesta altura o leitor já me chamou fascista meia duzia de vezes...mas espere um pouco!) Há uma condição necessária , mas não suficiente para um país receber imigrantes: TER TRABALHO PARA ELES. Se assim não for, um ser humano que já está deslocado do seu ambiente normal, em condição de hipotético sofrimento moral, luta pela sua sobrevivência e da família a todo o custo e, se não considerar a hipótese de regressar ás suas origens, tem uma alternativa ...: a actividade marginal, ilegal....( no fundo ele já aprenddeu alguma coisa com os seus antigos patrões....KKKKK).

Juntemos ás dezenas, (ou centenas), de milhar de imigrantes que temos, um factor mais: a ESTAGNAÇÃO, A CRISE, O DESEMPREGO, e obtemos uma excelente bomba social!!!!! Vejamos os primeiros indicios que vêm da Inglaterra tradicionalmente uma “pernas abertas” ...manifestações de trabalhadore , e pessoas comuns, ( mas caucasianos  claro...) com slogans :    

Jobs are for britons

 

   A França e Itália preparam novas leis de imigração e, entretanto, aqui neste cantinho, consta que vai ser apresentada uma proposta de lei para reduzir a zero, as cotas de imigração para este ano. Claro que os “manicaca combosta” da esquerda já se manifestaram em nome dos direitos humanos, da solidariedade e da santidade da esquerda...mas nada disseram sobre a situação explosiva a que podemos chegar se, continuarmos a perder empregos ás centenas por dia no parque industrial e comercial nacional. Viva a demagogia! Vamos dar o que não temos?? ...Viva! Viva!

 

publicado por mochovelho às 13:47
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
Quinta-feira, 14 de Maio de 2009

Há terceira via??????

 

      Este blog tem mais leitores que aqueles que fazem comentários...Sei isto porque se denunciaram em privado e não comentam porque acham o que escrevo demasiado desinteressante ou horrível, (eu preferia que achassem horrível....KKKK!), para comentarem. Algumas dessas pessoas dizem -me que eu sou um comunista exarcerbado, outras que sou um sacana de um fascista que devia ter sido julgado em Nuremberga... ( é curioso dizer-se isso a um individuo com a minha ascendência....KKKK!).

     Meia duzia de GRANDES FI...da  PU... decidiram que tínhamos perante nós apenas duas vias, a direita e a esquerda, o colectivismo e o capitalismo.....e que terminavam aí as escolhas! MENTIRA! Temos a terceira via!

   É-me muito difícil explicar o que entendo por terceira via... não tenho gabarito intelectual para o fazer, e se tivesse, não me dava a essa chatisse.......Por isso uso perguntas porque priveligio o diálogo para a iluminação própria, (a alheia não consigo.......hehehehehe!).  Faço no entanto uma declaração muito curta:

 

    PARA MIM  VIVER SEM

 

  • LIBERDADE DE EXPRESSÃO COM RESPONSABILIDADE
  • UM ESTADO DE DIREITO

 

    NÃO È VIVER....

 

  Continuo sem perceber porque é que uma democracia tem que ser obrigatóriamente uma bandalheira política, económica e mafiosa.... NÃO PERCEBO, (ou antes eu percebo, mas não sei porque não modificamos as coisas.....)!

   Numa democracia clássica governam as maíorias com o devido respeito pelas minorias, pelos seus direitos e culturas, etc., etc... Estou de acordo, mas respeitar as mínorias é deixar que elas façam o que querem á margem das leis redigidas pelas maíorias????? É que essas leis devem conter em si os limites de liberdades de todos, minorias e maíorias.......Portanto não me peçam para perceber a tolerância usada por exemplo em França para com as manifestações religiosas dos muçulmanos nas escolas públicas, á revelia das leis promulgadas pelo governo Francês....Essa tolerância exagerada não é a prática da democracia, mas sim a prática da sua destruição..... Nós dormimos com o inimigo da democracia, em nome dela, e isto só pode acabar mal.

   Este é um dos muitos aspectos que me vem á cabeça, nesta confusão, mas há outros como por exemplo os que se prendem com a liberdade de expressão. No post anterior ataco um político, mas usando factos de todos conhecidos. Não há português do tempo dos subsidios da U.E, qua não seja capaz de contar uma vigarisse qualquer por si testemunhada...... Mas já não aceito o actual estado dos media nacionais,  referente a muitos jornalistas e comentadores.... Essas mulas, tomaram o freio nos dentes e espalham insinuações sobre tudo e sobre todos. MUITO BEM... ainda bem, os media podem e devem ser um importante meiso de luta contra a corrupção, por exemplo, mas venham prová-lo e depressa á barra dos tribunais que o tempo corroi!

 

Hoje fico por aqui.... continua no próximo acesso de má disposição. Um abraço!

 

publicado por mochovelho às 20:35
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 5 de Maio de 2009

O PADROEIRO

  O “ PADROEIRO”

 

     O nosso sisema político é tipo parlamentarista com um presidente da Républica que tem alguns poderes.... Não é presidencialista como o francês, o americano, o brasileiro etc, e eu suponho que não o é, justamente para aumentar o número de “tachos” disponíveis para essa espécie transmissora de pestes mentais, fome e quejandos, que se chama classe política nacional.

    O político é, por demosntração prática, um espécime público do mais desavergonhado que se pode encontrar e isto não é novidade para nós. O actual presidente da républica foi primeiro ministro aqui da quintinha de Novembro de 1985 a outubro de 1995 - Exactamente o período onde foi maior a afluência de fundos originários da U.E....... cuja aplicação estava portanto sob a sua responsabilidade. Há historiadores que consideram este período a terceira grande oportunidade de Portugal, ( a primeira foi no tempo das descobertas e das especiarias, a segunda no tempo do ouro vindo do Brazil). Como as anteriores, também esta oportunidade foi miserávelmente desperdiçada, sob a batuta (ou a batota???), deste .... ( que hei-de chamar-lhe: senhor..????) . Nunca se deve ter roubado tanto dinheiro.....

     A questão está em que eu não acredito que este imbecil tenha roubado alguma coisa para ele, mas entra pelos olhos dentro que deixou que a sua vilanagem apoiante se servisse á vontade...... Eram o seu apoio afinal...... E NUNCA TANTOS ROUBARAM TANTO EM PORTUGAL. Agora tem no seu conselho de estado um seu exministro, que foi presidente de um banco onde só se fizeram vigarisses e roubos e ele, coitadinho, não sabia de nada..... é portanto um dos muitos protegidos desta perniciosa criatura ..... nem vergonha há ....para nada!

 

    Nós, povo português, somos de certeza cegos surdos e muito estúpidos para depois de termos tido a experiência desta criatura como 1º ministro, a tenhamos voltado a eleger, desta vez como presidente.

  E TEMOS AGORA O PROTECTOR, O SANTO PADROEIRO DOS VIGARISTAS E LADRÕES DESTE PAÍS, A ARROTAR RECADOS MORALISTAS DO ALTO DO SEU ALTAR........

 

NÓS MERECEMOS O QUE TEMOS PORQUE SOMOS O QUE SOMOS!

 

publicado por mochovelho às 21:18
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Terça-feira, 7 de Abril de 2009

EMÉTICO

            PORTUGAL EMÉTICO

 

     É verdade, Portugal, pode ser usado eficazmente como emético em muitos casos.... Há já relatos de casos em que individuos que chegam ao Hospital com um envenenamento acidental e, os médicos, em vez de lhe fazerem uma lavagem aos estomago gritam-lhe aos ouvidos: Portugal, Portugal ...........e o sinistrado, com esta técnica, quase vomita as tripas todas salvando-se sem necessidade de tubos e lavagens desagradáveis ao estomago.

   Há várias razões para que o país se esteja a tornar um excelente emético e uma delas é a justiça. Não pensem que sou pessoa para pensar que a justiça existe...Não, a justiça é um ideal , uma utopia, e nós pretendemos atingi-la através de um sistema que cria as LEIS e outros paralelos , que vigiam o seu cumprimento e penalizam o incumprimento. Quer o sistema que cria as leis, quer o que as aplica ou faz aplicar deveriam ser independentes do poder executivo (governo, por exemplo...). É esta uma das características fundamentais do estado de direito e todos somos iguais perante a lei não havendo nesse aspecto diferença entre um confesso marginal e o presidente da républica. Na realidade, eu, numa democracia, satisfaço-me com pouco ....bastam-me a existência de liberdade de expressão e um estado de direito.... MAS TUDO ME QUEREM ROUBAR..... e roubam as duas coisas ao mesmo tempo.

    A promiscuidade entre a chamada Justiça, (que não é mais que o conjunto de policias, magistrados e tribunais), e os meios de comunicação não é mais que um bacanal nojento. Neste país vigora o segredo de justiça, para que a investigação da verdade não seja perturbada por preconceitos e ideias feitas á priori, mas é um facto que todos os presumíveis arguidos são julgados nos pasquins da comunicação social, antes de pisarem pela primeira vez a barra de um tribunal..... E se a situação envolver políticos então rende muito mais aos ditos pasquins. A questão está, em que qualquer rato de esgoto da redacção de um pasquim pode escrever uma terrível insinuação sem se incriminar.... basta-lhes levantar o boato, a dúvida no espírito dos outros para servir os propósitos dos seus donos...porque os "jornalistas" , aqui, têm donos. Pois eles não afirmam, não garantem, apenas insinuam de forma velada e, se as coisas chegarem longe para eles, têm o direito de proteger as suas fontes...kkkk!

   E é isto que eu tenho, como liberdade de expressão nos “mass media”.

Como justiça sou capaz de ter igual ou pior, pois é raro o dia que o procurador geral da républica, o bastonário da ordem dos advogados, ou um magistrado de merda qualquer não seja vedeta de televisão ou parangona nos jornais.......

    A justiça em Portugal é a coisa mais lenta que se pode imaginar... não porque tenha que ser assim, mas pelas conveniência de magistrados, advogados e outros seres perniciosos semelhantes que a infestam. Mas como podemos admirar-nos dessa situação???? As leis são feitas na assembleia da républica por deputados, em que a maíoria deles tem o curso de advocacia e exerce....Como é natural eles fazem as leis de modo a terem o máximo proveito como classe, ou seja, preenchendo-a de buracos, que lhes dêm a ganhar cá fora, a si mesmos e aos colegas, as elevadas somas resultantes de processos que podem protelar por dezenas de anos. E por isso, se o cliente tiver bastante dinheiro, o processo não anda.... O cliente pode estar descansado porque vai morrer de morte natural antes de sofrer as palmadinhas castigadoras da lei...se as merecer.KKKKKKK!

 

publicado por mochovelho às 17:57
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sábado, 28 de Fevereiro de 2009

ACUDAM !!!!!

      VITRINA DE ANORMALIDADES

    Na sequência do assunto do post anterior, e ainda sobre a qualidade dos media neste país, assisti, ontem ou anteontem, a uma cena surrealista: numa televisão nacional, uma jornalista conversava com um presumivel comentarista.... um espectáculo espantoso de alienação, porque a jornalita , ou entrevistadora, ( não se sabe bem o que é....), tinha a boca, lábios, inchadíssimos, talvez por excesso de botox ou colagénio e não se percebia nada do que ela dizia. O que o comentarista dizia, também estava muito difícil de entender, porque provávelmente ou estava ébrio ou de ressaca, o que dizem alguns, é o estado normal neste senhor..... UM INESQUECÍVEL MOMENTO DE TELEVISÃO INFORMATIVA .....KKKKKK! Um primor!

   Agora todas as televisões têm um comentarista político uma vez por semana, no, ou a seguir ao telejornal... Em principio, um comentarista não deveria ser um individuo políticamente alinhado, para poder ser completamente objectivo nas suas análises. Concordamos que será muito difícil de arranjar esse tipo de santo nos tempos que vão correndo, mas haja vergonha:

   Convidar para comentarista um índividuo que já foi presidente de um dos maiores partidos nacionais e esperar que ele seja isento, não é ingenuidade mas sim sacanisse. Outra televisão tem como convidado um intelectual que já foi deputado por esse mesmo partido. Estão a passar-nos um certificado de estupidez ou quê?????Durante as suas intervenções semanais esses individuos não têm a seu lado no programa ninguem que possa contrapor argumentos, apresentar intrepretacões alternativas, nada.... TRATA-SE PORTANTO DE PURA PROPAGANDA PARTIDÁRIA ENCAPOTADA SOB A FORMA DE COMENTÁRIO POLÍTICO

 

 Vocês querem saber o que é uma democracia oligárquica???? Será que isso existe ???? Existe sim.... Olhem para a nossa.............

 

publicado por mochovelho às 21:00
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Domingo, 15 de Fevereiro de 2009

...

                

A CULTURA DO TERROR!

Já há muito que não escrevo os costumeiros disparates neste blog, nem sequer visito os blogs dos amigos e isso deve-se a uma profunda depressão que levei tempo a analisar. Creio que encontrei algumas das razões para essa depressão, o que não significa que esta tenha desaparecido, mas, saber os porquês, pelo menos alguns, já ajuda bastante.
Uma das principais causas dessa depressão está identificada: UMA VIVÊNCIA DA CULTURA DO TERROR....cultura no sentido duplo de conhecimentos e tradição e cultivo. E porquê “cultivo”???? Porque muitos concordarão que os media cultivam em nós o MEDO.
Os nossos jornais escorrem sangue.... Até o meu velho Diário de Noticias, já não se distingue de um 24 Horas, Correio da Manhã ou Jornal do Crime. Nos sábados ou Domingos, (já não sei bem...), dedica páginas á revisão massacrantes das desgraças da semana, com esquemas de assassinatos, etc. Enfim... um verdadeiro pasquim de merda.
Outra coisa que nos é injectada para nos infundir medo e desconforto é a descrição mais ou menos apocalíptica da situação financeira e económica......Estamos todos com medo de perdermos o pão para a boca, nossa e a dos que amamos. Os únicos que não estão com medo disso são os banqueiros e quejandos que foram responsáveis pela situação..... Isto faz MEDO, noutro sentido, pois vemos que vivemos numa sociedade tremendamente desigual e oligárquica em que estamos á mercê de tubarões insaciáveis e, sabe-se lá porquê, inimputáveis. As taxas de desemprego não deixam dormir quem tem responsabilidades familiares e teme pelos seus...Mais MEDO para alimentar o TERROR!
A justiça, arrasta-se, coxa doente e conspurcada num espectáculo degradante. Morrem os juízes, (de idade e tédio), morrem os advogados (de indigestão com certeza), morrem os litigantes (de desespero e fome), e os processos ficam como estão. Portanto, o estado de direito existe no papel e formalmente mas não funciona e isso tem uma consequência grave para o cidadão comum: faz-lhe MEDO, pois ele sabe que um bandido rico pode prolongar a indecisão da justiça sobre si “ ad eternum”......
Os que lerem este texto poderão com certeza juntar a esta curta lista dezenas de outros aspectos, mas pouca gente será capaz de dizer porque estão as coisas assim. Eu sou um dos que também não sabem, mas, como sou atrevido vou levantar apenas duas ou três hipóteses.
A imprensa e os media em geral, como já o disse em escritos anteriores, vive das notícias desagradáveis, alarmantes, obnóxias, etc, etc....Só uma má noticia é uma boa noticia! Neste momento parece haver uma competição entre jornais, rádios e televisões para ver quem é que consegue debitar mais MERDA para o público.....Muita dessa merda tem carácter político ou refere-se a pessoas com responsabilidades governativas e, mesmo antes de haver qualquer indicativo oficial de conduta menos própria, os media não se cansam de trazer á baila esses personagens, numa espécie de préjulgamento. Sendo esses individuos os responsáveis pelo nosso bem estar, essas notícias geram em nós INSEGURANÇA e logo MEDO!
Mas será que é apenas a avidez das tiragens que provoca isto???? Ou há mais por detrás????
É que um povo assustado não raciocina e se não raciocina serve muita coisa que não devia servir.....
Dentro desta linha de ideias, manter-nos aterrados pode servir para muita coisa, inclusivamente para servir os “Cappos” da própria crise......Quando nos informam de meia em meia hora, (quase....) sobre as crescentes taxas de desemprego, estão a pôr na cabeça dos mais ingénuos, que ainda tem alguma margem para consumo, a ideia de que devem fazê-lo para salvar a a situação económica e social...... Não é á toa que alguns senhores vêm dizer públicamente que, quem resistir até 2010, (empresas claro), depois fica melhor do estava antes..... ( pois claro, a concorrência desapareceu....KKKK!).

Mas ninguèm diz o que sucede a um triste paisano como eu.......

   

 

publicado por mochovelho às 12:56
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Quarta-feira, 14 de Janeiro de 2009

BIBA!BIBA!BIBA!

 

         BIBA! BIBA! BIBA !

 

   O RONALDO é o melhor do mundo..... o RONALDO salva o orgulho português, o orgulho de um pobo, o orgulho de uma naçom.... BIBÓ RONALDO!!!!

  

   E o RONALDO num é bom só a jogar a bola nam senhor.... na publicidade e nos anúncios da tv ganha mais que aquelas gajas boas que lá aparecem...BIBÓ RONALDO que nos salva a todos......

 

   Se num fosse o RONALDO, ninguém sabia que nós existíamos.....Deus tem sido muito bom pra nós: primeiro deu-nos o Eusébio e a Amália e agora dá-nos o RONALDO prá gente continuar orgulhosos de ser português........ Se num fosse assim ninguém sabia que nós existíamos, ....entendem?

 

  Os alemães têm os Mercedes, os amaricanos as nabes espaciais , mas nós temos o RONALDO!  

 

  Os sacanas dos ingleses têm o nosso RONALDO e num  o deixam sair...Sabém porquê? Porque se ele saísse de Inglaterra o negócio da venda de carros estupidamente caros e o negócio das putas caras vinha abaixo. Por isso é que o senhor  Alec nam sei quê num o deixa sair!!!!

 

  BIBA O RONALDO , que nos salva a todos.....

                          BIBA!BIBA!BIBA!

 

publicado por mochovelho às 18:54
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Domingo, 28 de Dezembro de 2008

TERRORISMO E PRESERVATIVOS

   Encontro por vezes, no café que frequento, um senhor já com a idade de 86 anos, segundo me disse, com o qual converso demoradamente, sempre que há oportunidade.

  Está reformado, depois de uma vida que suponho aventurosa em África, como aviador, num tempo em que não existiam ainda “pilotos automáticos” e mantém uma vivacidade de espírito e de expressão extraordinárias.

  Da última vez, falámos de generalidades, do modo como estava o mundo a nossos olhos, da crise financeira, do terrorismo..... e a propósito destes dois temas disse ele , que nós, cidadãos portugueses ,  éramos vitimas constantes de terrorismo. Pedi que se explicasse melhor e ele começou a falar de terrorismo mediático... que a crise era uma realidade, os atentados e insegurança também, mas tudo isso era fortemente potenciado, no espírito das pessoas pela superabundância de noticias e o modo como elas eram formuladas...e que isso não era mais que terrorismo. Pensei um pouco e lembrei-me de um comentador, que há pouco tempo dissera publicamente, que uma noticia, para um jornal,  só era “boa” para publicar se fosse má !?!?! Parece-me que aquele senhor tem razão e que somos na realidade vítimas de terrorismo mediático, como ele disse. De outro tipo, mas também qualificável como terrorismo mediático estavam as intervenções dos actores da vida política (se isso se pode chamar ao que se passa em Prtugal.....)

   Não quero defender a ideia que os media nos deviam fazer viver num mundo ideal onde o mal fosse escondido. Não defendo isso de modo nenhum...mas, se pegar-mos num jornal diário qualquer, e tirando os anúncios, verificamos que todas as notícias são negativas, e que, a obsessão por esse tipo de notícias é tal, que por vezes leva a um ridículo atroz, como noticiar uma briga entre duas peixeiras de um qualquer mercado..... se não houver nada de pior.....

  Por outro lado, mesmo jornais que até á pouco tempo foram periódicos e diários sérios enveredam pela notícia política até á exaustão agoniante, esquecendo-se que, no nosso caso, políticos são como as tais peixeiras....querem apenas “ vender o seu peixe” ......Por isso aquele meu idoso e esclarecido interlocutor terminou a nossa conversa propondo uma medida que eu apoio totalmente:

 QUE OS POLÍTICOS, COMENTADORES E JORNALISTAS, QUANDO FALAREM, SEJAM OBRIGADOS A USAR UM PRESERVATIVO NA LÍNGUA .

( Sinceramente , não sei se eles deveriam usar o preservativa na lingua ou nos miolos,.... mas como deve ser difícil pô-lo nos miolos, ao menos que o ponham na lingua...já não é mau de todo)

  E AGORA , PARA TODOS OS QUE  DE VEZ EM QUANDO LÊM OS MEUS DISPARATES, OS MEUS SINCEROS VOTOS DE UM BOM ANO DE 2009.

publicado por mochovelho às 21:54
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Segunda-feira, 24 de Novembro de 2008

A CRISE

                  A CRISE

  1- Esta crise está muito mal explicada..... Os especialistas e os políticos debitam de cátedra um arrazoado ininteligível até para quem sabe alguma coisa e não se percebe nada. Felizmente encontrei um blog de alguém com o nick name de Dissidente, que explica a coisa muito satisfatoriamente, descendo até á nossa ignorância , para depois nos puxar para cima.... Aqui fica o URL para que o possam consultar...Vale a pena

 

http://dissidentex.wordpress.com/2008/09/23/crise-financeira-americana-as-razoes/

 

 2- Vou , no entanto fazer algumas considerações pessoais, enraizadas no meu velho principio de que o dinheiro "só é sólido" se resultar da produção e venda de um bem ou serviço útil. Porquê este principio, a que muitos chamarão abstruso? Porque  profissionalmente sou engenheiro , e ainda por cima da velha guarda.....hehehehe! Mas reconheço a importância da banca no necessário financiamento das iniciativas produtivas lastimando todavia, que os juros cobrados inviabilizem muita iniciativa que seria de futuro.

 3- Consideremos o inicio desta história toda: A banca empresta a uma família dinheiro para comprar casa própria, ficando com uma hipoteca sobre a casa até que esta esteja completamente paga... Enquanto aqui nos vemos aflitos para a banca nos valorizar a casa em compra pelo valor pedido pelo vendedor, parece que nos EUA, emprestava o que a família pedia, sem mais aquelas, ou seja , dava para a casa , para o carro novo, etc., etc. Há muita coisa de errado aqui, mas, pelo menos, a transacção passa pela produção de uma casa, ou venda de uma casa já há muito construída.... É mau mas não de todo, se esquecermos que os indivíduos das instituições bancárias, ganhando á comissão, emprestaram dinheiro a famílias que , á partida se via claramente que não tinham hipótese de pagar a casa......

 4- Mas os lucros do banco emprestador eram enormes, por exemplo, o banco X, tinha emprestado 100 milhões de US$ para casas, pelos quais esperava um retorno de 1000 milhões...Então, constituía um fundo com essas dividas, ( activos tóxicos), e vendia esse pacote de dividas a outra entidade bancária ou financeira, por exemplo por 300 milhões de US$.....Claro que o comprador sabia , ou devia saber o risco que estava a correr, mas se o risco era grande as contrapartidas também, pois tinha comprado por 300 algo que lhe poderia render 1000. Claro que esta nova entidade financeira também tentava vender esses fundos a outra......Isto sendo algo de parecido com a vigarice do conhecido jogo da pirâmide, em que os últimos a comprar é que se lixam.....

5- Entretanto, o que era óbvio acontece: muitas famílias deixam de pagar as prestações simplesmente porque nunca tiveram capacidade para tal a longo prazo, e o valor das casas desce.....E a família raciocina: "o valor que eu ainda tenho que pagar pela casa é muito superior ao seu valor actual....então adeus, vou-me embora". A bola de neve começa a rolar e não pára......Os fulanos que compraram os fundos constituídos pelas dívidas de imobiliário, como explicado em 4, ficam com montes de papeis que são apenas dívidas incobráveis e sendo entidades financeiras , que por sua vez venderam títulos a outrem, a situação é de ruptura por várias razões.

    Reparem , que , no ponto 4 tento dizer algo que para mim é fundamental.....Estes crânios da banca andaram a vender dívidas uns aos outros.....numa espiral de ganância estúpida e animalesca ...(eles são animais especiais que comem dinheiro...)

    transformar dinheiro em dinheiro, sem ter no fundo o apoio DA PRODUÇÃO DE RIQUEZA SENSÍVEL É SEMPRE UM PREJUÍZO PARA A SOCIEDADE.

    Mas, e agora quem vai PAGAR A FACTURA ????  No caso português, que se saiba, o crédito mal parado referente ao sector imobiliário não é preocupante.... Então de onde vem o pânico? É que os nossos banqueiros, compraram esses activos tóxicos de que falamos em 4, com certeza.....E que dinheiro usaram para essa compra.....??? Dêem as voltas que derem a esta resposta vamos sempre parar á triste verdade: USARAM O DINHEIRO DOS DEPOSITANTES .....KKKKK!

 

     Outro aspecto importante é o abrandamento da economia que isto vai provocar, e que será talvez o aspecto mas danoso e mais difícil de recuperar.....mas isso fica para outra vez

publicado por mochovelho às 13:07
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Terça-feira, 28 de Outubro de 2008

DISCIPLINA

        

   DISCIPLINA DISCIPLINA DISCIPLINA  DISCIPLINA

A certa altura da minha vida profissional, fui responsável pela compra de um  equipamento caríssimo para a fábrica. Estudadas várias propostas decidi-me por equipamento alemão. Fiz várias viagens á Alemanha, para afinar o fornecimento e, quando chegou a altura, uma equipe alemã, chegou a Portugal e começou a montar o equipamento.... Um espanto...excedeu completamente as minhas mais ambiciosas expectativas......

    O conjunto era composto por enormes e pesadíssimas paletes de ferro de 4 x2 m, que circulavam sobre caminhos de rolos. Em cada palete era instalado um molde, de madeira ou resina das peças a moldar para depois serem vazadas em aço. Todo o circuito era controlado por um computador, onde eram programadas o nº de voltas que cada palete dava ao circuito. Completado esse nº de voltas, a palete recolhia automaticamente a uma linha de armazenamento lateral e outra entrava para o seu lugar. A coisa funcionava espantosamente bem.......O chefe da equipa alemã era o M... , um individuo já de idade, que causava inveja a muito rapaz novo, movendo-se com a agilidade de um macaco naquele enorme estaleiro. Saltava valas, subia por tubos, equilibrava-se nos caminhos das pontes rolantes.... onde fosse preciso lá estava ele.

O único defeito que tinha era o seu mau inglês...mas isso ultrapassava-se bem. Um dia, em conversa com outros engenheiro do estaleiro soube que o M... tinha uma perna amputada, perdida na guerra, e usava uma prótese....Perante aquilo eu fiquei banzado...banzado e envergonhado para falar verdade, pois ele nessa condições conseguia uma aplicação física que eu nem de perto acompanhava.

  Quando foi a altura da aprovação final do equipamento, um dia solene, programei o equipamento e pus aquilo tudo a funcionar.....A certa altura digo para M..: “Agora , vamos tirar a placa 4 e substitui-la pela 9 que está em espera” . M.. olha para mim e diz-me no seu inglês macarrónico: “ Não pode porque programou a placa 4 para dar 10 voltas e ela ainda só deu 6!”  “Está bem, programei a placa 4 para fazer 10 peças , mas agora quero tirá-la e pôr outra, como se faz aqui no comando central da instalação??? Resposta: “Não pode alterar...se programou para dez tem que ser 10”. Durante os dois dias seguintes apresentei todos os argumentos possíveis a M.. para o convencer que tinha de me ser possível , fazer isso, mas a resposta é sempre a mesma: “ O sistema está bem, e o que é programado deve ser feito, deve ir até ao fim....”

  Resolvi convidar o M.. para almoçar, pois pela minha experiência consegue-se muita coisa á mesa. M.. bebeu e soltou-se, contando-me a sua história.....Tinha aprendido o pouco inglês que sabia quando os americanos o prenderam no fim da guerra pois ele pertencia ás SS...Logo que deu conta do que havia confessado, apressou-se com aflição a esclarecer que era das SS mas das tropas de assalto, e que nunca tinha estado nos “catzet” ( campos de concentração??? talvez). Tinha combatido na frente russa.... e aí solta-se novamente e diz: “Ficamos a 30 Km de Moscovo... e eu ali, sem lá chegar....”( cerra os punhos junto á cara). Depois quando os americanos o libertaram foi a vez das comissões alemãs de desnazificação o prenderem outra vez.....Que vida!!!! Este gajo é duro como o aço....eu não vou conseguir o que quero só com palavras, pensei eu...

   No dia seguinte havia outro ensaio do sistema , e mandei pôr numa das placas um molde de madeira velho , já sem interesse, e programei a placa para 10 voltas.... arrancamos e ficamos a controlar. Quando a placa passou á minha frente , á quarta volta, saco de um martelo que tinha atrás das costas e dou uma forte pancada numa flange arrancando-a. O M.. ficou a olhar para mim julgando que eu tinha enlouquecido e então eu disse-lhe: “ Vê M.., acidentes estão sempre a acontecer...e agora o que é que fazemos? Deixamos esta placa andar toda espatifada mais seis voltas.... isso é deitar dinheiro fora!” O M.. olhou para mim com um ar de estonteado e disse-me: “OK amanhã está resolvido!”

  No dia seguinte, quando cheguei ao painel de programação, notei que havia um local onde figurava, algo de novo: uma fechadura embutida com uma chave....O M.. com grande cerimónia, retira a chave e diz-me: “Esta chave permite invalidar a programação estabelecida antes dela chegar ao fim e reprogramar.... mas esta chave é só para si , não é para mais ninguém....só o chefe é que pode modificar a programação  e o que é programado é para ser cumprido.” Guardei a chave e prometi-lhe solenemente que só o chefe de produção teria acesso a ela.

DISCIPLINA  DISCIPLINA DISCIPLINA

 

 

publicado por mochovelho às 21:02
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 26 de Outubro de 2008

O QUE SERÁ?

 

    

  Isto não tem qualquer intenção política,.... na realidade a política partidária não me interessa nem que seja só para falar. Apenas pretendemos mostrar as partidas que as fotografias nos pregam....KKKKK! Claro que podemos identificar Manuela Ferreira Leite e Passos Coelho e a fotografia surge no Diário de Notícias de hoje....

  Concentrem-se na imagem de Manuela Ferreira  Leite .... vejam bem aquele perfil e esclareçam-me:

 AQUELE ESGAR TÃO NÍTIDO, AQUELES OLHOS SEMI-CERRADOS , AQUELA BOCA SEMI ABERTA CORRESPONDEM Á EXPRESSÃO DE UM NOJO IRREPRIMIVEL OU SÃO UMA MANIFESTAÇÃO DE INCONTROLÁVEL DESEJO FÍSICO??????

 

publicado por mochovelho às 19:40
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

O REGRESSO DOS ABUTRES

                      O  REGRESSO DOS ABUTRES

 

    Casas de penhor.... á quanto tempo não via uma, mas agora começam a nascer, ( renascer...) como cogumelos, por todo o lado....Fazem publicidade porta a porta , metem anúncios na minha caixa do correio e entalam papelinhos nos limpa vidros dos carros....

SÃO UM BOM INDICADOR DO ESTADO E EVOLUÇÃO DE UM PAÍS.......DA SUA SAÚDE ECONÓMICA E QUALIDADE DE VIDA DO SEU POVO

     Agora que os vampiros já nos chuparam o sangue , é a vez dos abutres pairarem sobre moribundos e cadáveres para verem o que resta e aproveitarem os últimos nacos....E NÃO HÁ QUEM NOS QUEIRA VALER!

 

publicado por mochovelho às 17:32
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 10 de Outubro de 2008

O IMOBILIÁRIO

        O IMOBILIÁRIO

 

     Não tenho vergonha de dizer que não compreendo o mercado imobiliário português.....às vezes tento consolar-me desta ignorância e estupidez, pondo a mim mesmo a hipótese de não compreender o mercado pelo simples facto de ele não ser na realidade um mercado.....?!?!? Quero dizer: há uns senhores a quem chamam “patos bravos” que constroem umas casas tipo coelheiras e as vendem directamente ou por intermédio de uma imobiliária, mas não existe aquilo que na minha cadeira de economia, devidamente ensinado pelo saudoso Prof. Daniel Barbosa, aprendi o que era “um mercado”.....Nada mais diferente, pois não há curvas de oferta e curvas de procura e não parece haver interacção entre estas duas variáveis. Aprendi que , quando a oferta é muita ou excede a procura num dado ponto de preço de equilíbrio, o equilíbrio volta a encontrar-se a um preço mais baixo. Aprendi que quando a procura sobe, os preços dos bens procurados aumentam, mas nada disso parece passar-se em Portugal com os bens imobiliários...?????.

      Aqui muito perto do sítio onde moro fizeram, há coisa de quatro anos um loteamento importante na sua extensão. Eu e a minha mulher, a insistência desta e não sei bem para quê, fomos visitar o empreendimento uma vez pronto e em venda. Foi educativo: casas pequeníssimas, preços altíssimos.... O que é realmente de admirar é que os investidores da obra possam suportar uma série razoável de andares novos por vender durante anos e anos sem baixarem os preço....Antes pelo contrário, os preços vão aumentando de ano para ano e os andares continuam vazios. Isto diz-me que as margens de lucro são de tal modo altas, que os andares já vendidos a uns otários quaisquer, dão para cobrir todos os custos da obra inteira, e que vender os restantes não é essencial...... Ou estou enganado e a coisa ainda é mais obnóxia do que eu penso?????

     Temos tido governos sucessivos vendidos aos construtores civis.... Ou não têm coragem política para meter o sector na ordem, ou ganham conjuntamente com ele, ou.... (o mais natural), as duas coisas......

     Vou meter-me no negócio e construir um loteamento só de T-1. Os T-1 que vou construir têm apenas uma divisão....Numa das paredes fica uma kitchnette que terá a particularidade de ter embutida uma sanita. Deste modo os esgotos do lava-loiça e da sanita serão comuns, o que poupa custos de construção evitando a existência dessa modernisse chamada casa de banho. O lava - loiça está lateral e frontalmente provido de uns painéis de acrílico móveis, podendo em qualquer altura transformar-se num confortável duche para pessoas baixas. O resto da divisão disponibiliza uns confortáveis 3 x 2 m onde se pode instalar um belo beliche, (apenas para 2 pessoas, porque a altura do andar é apenas de 1, 8 m, uma mesa rebatível na parede oposta e três cadeiras penduradas na parede. Na parede oposta á da kitchnette temos uma rasgada janela de 1 x1 m, fixa. ( não se pode abrir , o que é uma vantagem contra constipações e suicídios). Os prédios, com 30 andares de altura cada um dominarão uma paisagem de fábricas e vacarias perfeitamente ecológica. Mesmo com larga margem de segurança tenciono gastar no máximo 5 mil contos por fogo, ao que adicionarei 15 mil de lucro para mim e 20 mil para as autoridades camarárias do local, ou seja , apresento-me no mercado com o vantajosos preço de 40 mil contos por fogo. Tenho o futuro garantido.

 

Nota importante: os 20 mil contos por fogo para a autarquia só vão sendo entregues ao gestor local da corrupção, á medida que os apartamentos forem vendidos...claro.

 

publicado por mochovelho às 17:56
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

A CRISE

                    A CRISE E O CONSUMO

 

     É crise por todos os lados.....Almoço crise, janto crise e sonho com a crise. Teoricamente isso não me deveria preocupar, pelo menos do modo como foi apresentada inicialmente: uma crise financeira, provocada por uma falta de capacidade das famílias americanas endividadas pela compra de casas a crédito, em pagaram as suas dívidas á banca. Parece que, não tenho a certeza, que essas famílias, na impossibilidade de pagarem as suas prestações as entregaram ás imobiliárias....e foram tantos os casos que passou a haver um superavit de casas no mercado e portanto, o seu preço acabou por descer abaixo do montante que ainda estava por ser pago pelas famílias que as abandonaram..... Foi assim???? É que se foi assim, só existe uma diferença em relação ao caso português: o preço a pagar por casas em segunda mão é muito superior ao que ficou por pagar pela família que saiu.....hehehehehe! É só ganho para a banca.... ao principio.....Mas , se algum dia, não há quem compre as ditas casas eu prevejo uma bancarrota.... e vocês? Claro que não tenho pena nenhuma dos tadinhos dos banqueiros...Para mim, e sem ter qualquer ideologia de extrema - esquerda, eles estavam muito melhor debaixo de sete palmos de terra. A banca é indubitavelmente necessária, mas não com “agiotas da opus dei” á frente......

    Seguidamente a globalização provou o que se esperava: a rápida propagação de toda a espécie de epidemias, inclusive as monetárias, financeiras, a tudo quanto é sítio.

    Mas o que me preocupa realmente? Eu sou um reformado com umas magras poupanças,

(a reforma também é magra pois não sou ex-ministro nem ex-administrador), o que leva que, (espero eu), a incidência da desgraça leve algum tempo a bater-me á porta, mas tenho família jovem e nesse aspecto a economia preocupa-me bastante.... Na realidade, não acredito que a crise seja e continue sendo apenas financeira pois a economia depende de fortemente de factores financeiros, como o acesso ao crédito por parte dos consumidores..... E sem consumo não há produção, e sem produção não há emprego, e sem emprego não há dinheiro para comprar e portanto não há consumo, e se.....Podíamos continuar, que iríamos sempre bater á mesma tecla: CONSUMO! Toda a nossa organização económica se baseia nisto e é exactamente isto que não pode parar, a pronto, a crédito, com banca, sem banca seja como for...... CONSUMO ,CONSUMO e CONSUMO!

 

publicado por mochovelho às 13:02
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 3 de Outubro de 2008

QUE TAL....

    Após o patético delírio com a nossa grande criação, o computador especialmente adaptado para (muito) jovens, de seu nome Magalhães, com uma super apresentação mediática que parece ter a ver algo com a lamacenta política nacional e após o meu inicial contentamento por termos algo de técnico que poderíamos vender em alguns mercados, a chuva de estrelinhas douradas parou, os “confeti” assentaram e eu começo a fazer perguntas.

 A designação comercial do bicho é contestável, mas, tomando em conta que tencionam vendê-lo especialmente na América latina, um nome de maior projecção ibérica que lusa pode ter sido bem escolhido, comercialmente. O pior é o resto. Parece-me que o computador tem, para os alunos do 1º ciclo, preços variáveis, que podem ir de 0 €, até 50 € para alunos carenciados. Correctíssimo! Mas, talvez por ignorância minha, hoje em dia grande parte do valor de um computador está no facto de, através da ligação á internet ser uma gigantesca e inestimável fonte de informação. Posso estar muito enganado, mas isto deve ser válido para os alunos do 1º ciclo com interesses legítimos também.......Ou não??? Sendo a resposta afirmativa como vão esses alunos economicamente carenciados, que recebem o computador a custo zero, pagar a mensalidade da internet?????

   Ou talvez haja aqui uma jogada inteligente, pois qualquer pessoa sabe o que 99.999% dos putos de dez anos fazem com um computador: procura jogar o mais possível, ver sites pornográficos e estudar..... nada de nada que é chato! Assim  sugiro que os computadores sejam configurados para impossibilitar a ligação á net. Eu sei que quer os putos quer os pedófilos estão completamente contra a minha opinião, mas recomendo aos responsáveis o estudo atento desta questão.

 

publicado por mochovelho às 21:46
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Domingo, 28 de Setembro de 2008

Aonde vamos????

    Precisava de comprar uns componentes electrónicos simples e, como de costume, dirigi-me ao centro comercial das Palmeiras, onde existia uma loja desses artigos. Voltei com o rabo entre as penas....a loja tinha fechado! Pois claro...mas quem é que se lembra de abrir uma loja de componentes electrónicos num país de atrasados mentais como este? Ainda se fosse uma taberna de vinho ordinário ou um bordel de “mininas brasileiras”, vá que não vá....Mas componentes electrónicos, valha-me Deus! 

    Receio já ter escrito sobre isto, mas arrisco repetir-me:

    A certa altura da minha vida eu e um colega pensámos em abrir uma empresa de moldes, tendo como sócio um fabricante alemão de ferramentas para esse fim. A nossa ideia era produzir para o sempre parco mercado nacional e principalmente para a exportação. Todas as condições estavam reunidas menos uma: o capital que cada um de nós teria de investir e não tinha.

    Contactámos um banco com o qual mantínhamos relações, expusemos a ideia, dissemos quanto precisávamos e depois, em data combinada fomos almoçar com o gerente do banco para saber como era ( Não estranhem ...só se sabe como é nos almoços...). Quando o prestimoso gerente nos disse qual o juro que teríamos que pagar pela quantia emprestada, vimos logo a impossibilidade de montar a nossa empresa. Nessa altura, uma vez tudo perdido por aquele lado, o meu colega disse ao gerente:

    “O sr. não percebeu bem... nós queremos montar uma unidade fabril e, pelo juro que o nos pede, mesmo não sendo perito nisso, só vejo dois negócios que dêm suficientes lucros para pagar essa exorbitância: ou o tráfico de droga ou um negócio de prostituição, mas não é isso que nós queremos”.

  Claro que a conversa morreu aí. O sistema bancário, todos sabemos, não É MAIS DO QUE UM NEGÓCIO DE AGIOTAGEM LEGAL. Que o digam as desgraçadas das famílias portuguesas que quase que são obrigadas a comer apenas pão com pão, para pagarem as incríveis prestações da compra do desqualificado telhado que as abriga....No sistema económico português há uma inqualificável distorção que consiste em transformar dinheiro em mais dinheiro, sem passar por qualquer fase intermédia criativa como produção de bens que possam ser vendidos em qualquer mercado. Aparentemente e recentemente, parece que há gente que percebeu isso....... Vamos ver onde isto vai parar.

 

publicado por mochovelho às 18:35
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sábado, 27 de Setembro de 2008

DUARTE de ALMEIDA

  Nós somos uns degenerados da pior espécie, mas desde á muito...não é nada de novo..... Desse modo se justifica, que a maior e mais significativa colecção de armas que existe em Portugal tenha sido colectada por um alemão de seu apelido Reinhart que se apaixonou por esta terra e pela sua história..... Se alguma coisa genuína temos nos museus portugueses da especialidade a ele o devemos. Todavia, para nossa grande vergonha, a única armadura de cavalaria portuguesa, encontra-se exposta no museu de Toledo......Admirados???? Trata-se da armadura de Duarte de Almeida, conhecido na nossa história pelo “Decepado”. Mas vejamos o que a História nos diz:

Alferes-mor de D. Afonso V, conhecido na história pela alcunha do Decepado. Era filho de Pedro Lourenço de Almeida. Na batalha de Toro, em 1 de Março de 1476, entre tropas portuguesas e castelhanas, em que tanto se distinguiu o príncipe D. João, depois o rei D. João II, praticaram-se actos de valentia e heroísmo; entre os guerreiros que se tornaram notáveis, conta-se Gonçalo Pires e Duarte de Almeida, o alferes-mor do rei, a quem estava confiado o estandarte real português. A luta foi enorme; as quatro grandes divisões castelhanas, vendo os seus em perigo, acudiram a auxiliá-los, ao mesmo tempo que o arcebispo de Toledo, o conde de Monsanto, o duque de Guimarães e o conde de Vila Real avançavam em socorro dos portugueses. Subjugados pela superioridade do número, os portugueses caíram em desordem, abandonando o pavilhão real. Imediatamente, inúmeras lanças e espadas o cobrem, e todos à porfia pretendem apoderar-se de semelhante troféu. Duarte de Almeida, num supremo esforço, envolto num turbilhão de lanças, empunha de novo a bandeira, e defende-a com heróica bravura. Uma cutilada corta-lhe a mão direita; indiferente à dor, empunha com a esquerda o estandarte confiado à sua Honra e lealdade; decepam-lhe também a mão esquerda; Duarte de Almeida, desesperado, toma o estandarte nos dentes, e rasgado, despedaçado, os olhos em fogo, resiste ainda, resiste sempre. Então os castelhanos o rodearam, e caiem às lançadas sobre o heróico alferes‑mor, que afinal, cai moribundo. Os castelhanos apoderaram-se então da bandeira, mas Gonçalo Pires, conseguiu arrancá-la. Este acto de heroicidade foi admirado até pelos próprios inimigos. “

 O resto da história diz-nos que Gonçalo Pires foi regiamente recompensado pela recuperação do estandarte e que Duarte de Almeida foi recolhido, moribundo, pelos espanhóis, tratado e reenviado para Portugal....mas ficaram-lhe com a armadura, que expõem, não sei bem, se na catedral ou no Alcazar de Toledo. Hei-de ver......

    TRISTE  POVO, QUE PRECISA DOS SEUS INIMIGOS PARA HONRAREM OS SEUS HEROIS.

 

publicado por mochovelho às 19:25
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

mais sobre mim

pesquisar

Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

posts recentes

AS APLICAÇOES PRÁTICAS D...

DESCRIMINAÇÃO

VIVA A BADERNA

HAVERÁ TERCEIRA VIA??

Há terceira via??????

O PADROEIRO

EMÉTICO

ACUDAM !!!!!

...

BIBA!BIBA!BIBA!

TERRORISMO E PRESERVATIVO...

A CRISE

DISCIPLINA

O QUE SERÁ?

O REGRESSO DOS ABUTRES

O IMOBILIÁRIO

A CRISE

QUE TAL....

Aonde vamos????

DUARTE de ALMEIDA

arquivos

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

links

blogs SAPO

subscrever feeds