Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2008

O QUE EU LEIO.......

                

 

     PAÍSES POBRES...E  

       DEMOCRACIA?????

 

      Li algures, as palavras de um doutor qualquer dizendo, e cito “ O regime de democracia não é viável em países pobres”. Esta gente vomita para jornais e outras publicações palavras (e ideias...kkkk), sem se darem ao trabalho de as autocriticar , antes de publicação.

      Em primeiro lugar: O que é um país pobre? É aquele que não possui recursos naturais que cheguem para satisfazer as necessidades básicas da sua população????. E país rico será o oposto?????

    Não me digam essa! Então, e por oposição lógica, á afirmação acima sublinhada, países como Angola por exemplo, abarrotando de diamantes, ouro, minérios essenciais, petróleo, ricas pastagens, e grandes possibilidades agrícolas, deveria ser uma democracia....não é? E todos nós somos conhecedores do que o regime angolano é! O que se diz de Angola diz-se igualmente de outros países africanos, asiáticos e europeus.....

     Quanto a mim, a maior parte da questão está na “qualidade” do POVO que esse país tem....no seu grau de educação, de consciência cívica e política, nos seus conhecimentos técnico científicos.....que, (por exagero argumentativo claro), lhe darão a capacidade de transformar um deserto numa zona produtiva. Considero portanto o povo, o bem mais valioso que um país possui.....

       Claro que argumentarão que, na maioria dos casos, os governos totalitários desses países não permitirão a instrução e a valorização desse povo, porque ao fim e ao cabo subsistem graças á sua ignorância e inoperância política....mas, esquecendo que o governo de um país, não é mais que o espelho, onde o povo desse país se pode rever.....e esquecendo também que não há governo nenhum do mundo, que possa resistir a uma sublevação de um povo, mesmo que não armada, desde que geral e continuada.

     Estamos portanto num círculo vicioso, em que o poder alimenta a ignorância, para que esta o alimente a ele.....

     Não me perguntem como se rompe este círculo vicioso, eu não sei...mas tenho a impressão que um país pode ser pobre e democrático. Em relação a um país rico, esse país tem que ter obviamente um estado mais interventivo que o normal, nas questões de equilíbrio económico e social, quase um estado previdência, mas que pode obviamente ser eleito periodicamente por sufrágio universal.

 

Subordinar a possibilidade da democracia num país á sua riqueza de meios económicos é errado e perigoso. Como ideário, é semelhante a “impor” aos mais pobres a impossibilidade da posse de bom senso.

 

publicado por mochovelho às 13:05
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De sunshine a 12 de Janeiro de 2008 às 00:55
Sem comentários. Excelente artigo. Concordo plenamente.
Cumprimentos
De mochovelho a 12 de Janeiro de 2008 às 01:07
Obrigado Sunshine.....Um abraço.

Comentar post

mais sobre mim


ver perfil

. 1 seguidor

pesquisar

Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

AS APLICAÇOES PRÁTICAS D...

DESCRIMINAÇÃO

VIVA A BADERNA

HAVERÁ TERCEIRA VIA??

Há terceira via??????

O PADROEIRO

EMÉTICO

ACUDAM !!!!!

...

BIBA!BIBA!BIBA!

TERRORISMO E PRESERVATIVO...

A CRISE

DISCIPLINA

O QUE SERÁ?

O REGRESSO DOS ABUTRES

O IMOBILIÁRIO

A CRISE

QUE TAL....

Aonde vamos????

DUARTE de ALMEIDA

arquivos

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

links

blogs SAPO

subscrever feeds