Quinta-feira, 22 de Novembro de 2007

CATASTROFITE

 

        “CATASTROFITE AGUDA”

 

     Cada vez que vejo televisão, ou leio um jornal, caio num programa de análise de cenários catastróficos a curto ou médio prazo. E há para todos os gostos: o aquecimento global, uma violenta glaciação, um super vulcão, um meteorito gigantesco, etc., etc. .... Como diziam antigamente os vendedores de gelados de rua, em Lisboa: “...è cada cor seu paladar....há para todos....”

     O ser humano anda aflito porque começa a desconfiar que não é eterno como espécie...... e isso causa - lhe uma forte dentada na sua arrogância natural.

     No meu caso não me sinto nada preocupado, (apenas ligeiramente apreensivo por causa dos meus descendentes, esquecendo, lastimavelmente, que eles afinal são seres humanos como os outros).....Bom... voltemos ao assunto: eu até acho graça a esta angústia de previsão de extinção e este exagero de “catastrofismo”, POIS JÁ HÁ MUITAS DÉCADAS QUE O HOMEM TEM OS DADOS NECESSÁRIOS PARA SABER QUE É APENAS UM ACASO, UM DEGRAU QUE SE SOBE E QUE SE DESCE NA EVOLUÇÃO DO PLANETA , DO UNIVERSO......

 

   O homem nunca se habituou á ideia da sua transitoriedade como ser em particular, como vai habituar-se á ideia da sua transitoriedade como espécie??? Impossível ....KKKKK!

 

   Outra questão, que considero ligada a esta é o modo como o ser humano vê a sua presença e interferência com a natureza.... PARECE NUNCA TER COMPREENDIDO QUE A NATUREZA NÃO DÁ NADA DE GRAÇA A NINGUÉM .....  que quando derruba uma árvore ou mata um animal, de algum modo, acabará por pagar por isso. Todos os nossos actos acabam por reflectir - se, de uma forma ou de outra no nosso ambiente, na natureza local. Quando éramos poucos, esta acção destrutiva notava-se menos porque muito lenta, mas a explosão demográfica agravou tremendamente este problema e isto é do conhecimento comum.... até as famílias que decidem ter 10 filhos o sabem......

 

  O homem, por si próprio e devido ás capacidades de que é dotado, foi, desde a idade da pedra um agente de desequilíbrio na natureza. Quando passa de homo sapiens a “homo tecnologicus” a situação agrava-se tremendamente, pois a sua capacidade de perturbar a ordem natural das coisas aumenta tremendamente.

    Alguns filósofos são de opinião que as sociedades tecnológicas tendem a autoextinguir-se...

 

   PORTANTO, NÃO SE PREOCUPEM COM SUPERVULCÕES, MEGAMETEORITOS E QUEJANDOS, POIS NÓS, SÓZINHOS, CHEGAMOS BEM PARA ACABAR COM A ESPÉCIE....KKKKK

 

publicado por mochovelho às 20:23
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De Bárbara a 23 de Novembro de 2007 às 15:29
Mas ultimamente tenho achado que os humanos são parecidos com as baratas...
De mochovelho a 24 de Novembro de 2007 às 01:31
Bárbara.... só ultimamente!!!!!!???? Pois é , desde há muito que os homens e as baratas são a mesma espécie com forma diferente....UMA ESPÉCIE DE BRINCADEIRA DO CRIADOR.......KKKKK! Um abraço.
De sunshine a 23 de Novembro de 2007 às 17:02
Sem dúvida que a acção do homem no planeta, terá as suas consequências a longo prazo, quão longo não sei, mas acredito que sim. Algumas são já bem visíveis , nomeadamente as climatéricas , entre outras. Seremos uma espécie em vias de extinção? não creio, quero mesmo acreditar muito nisso. Que o Homem use a sua inteligência e sensibilidade que lhe permita avaliar e tomar as necessárias acções, para que tal nunca chegue a ser uma realidade.
Cumprimentos
De mochovelho a 24 de Novembro de 2007 às 01:27
Repito a sua frase: " Que o Homem use a sua inteligência e sensibilidade que lhe permita avaliar e tomar as necessárias acções, para que tal nunca chegue a ser uma realidade."....para dizer que , se há coisa com que eu não conte é com o bom senso da espécie humana. Todos nós queremos os nossos pequenos e egoistas confortos e pensamos : QUEM VIER ATRÁS QUE FECHE A PORTA. Se algo puder salvar a espécie humana não será o bom senso colectivo, mas a própria tecnologia , BEM UTILIZADA....Com a nossa boa vontade não podemos contar.
Cumprimentos e obrigado pelo comentário.
De sunshine a 26 de Novembro de 2007 às 01:03
É um ponto de vista a reter. No fundo tem uma certa razão dou a mão à palmatória. Mas como (ainda) sou optimista, acredito que talvez com o tempo e com o saber acumulado, seja possível mudar comportamentos. Enquanto há vida há esperança.
Cumprimentos

Comentar post

mais sobre mim


ver perfil

. 1 seguidor

pesquisar

Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

AS APLICAÇOES PRÁTICAS D...

DESCRIMINAÇÃO

VIVA A BADERNA

HAVERÁ TERCEIRA VIA??

Há terceira via??????

O PADROEIRO

EMÉTICO

ACUDAM !!!!!

...

BIBA!BIBA!BIBA!

TERRORISMO E PRESERVATIVO...

A CRISE

DISCIPLINA

O QUE SERÁ?

O REGRESSO DOS ABUTRES

O IMOBILIÁRIO

A CRISE

QUE TAL....

Aonde vamos????

DUARTE de ALMEIDA

arquivos

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

links

blogs SAPO

subscrever feeds