Sábado, 22 de Dezembro de 2007

NATAL

SERÁ QUE AINDA HÁ NATAL?

 

No Presépio de minha casa havia um Menino, lindo, de barro, deitado num berço de palhinhas.

O Menino não tinha frio. O bafo quente da vaquinha e do burrinho aqueciam-no.

Tudo era simples…E terno…Os pais olhavam-no meigamente como só os pais sabem olhar para os filhos. Nossa Senhora era a Virgem Mãe. São José carpinteiro era o Pai do Menino.

Não havia Reis Magos. Minha mãe sossegava-me dizendo:  hão-de chegar filho, hão-de chegar…

 

   No Presépio da capela da minha aldeia a figura do Menino era talhada em madeira. Parecia ser Menino já de oito anos…Era uma figura bela, alegre e luminosa . Por tradição, aparecia despido, num berço de madeira revestido de palhas, com o sexo pudicamente coberto por um botão de rosa…Que graça tinha…

A vaca e o burrinho, de tamanho igual ao do Menino!, divertidos, aqueciam e tomavam conta do estábulo que acolhia a Sagrada Família. Nossa Senhora era a Virgem Mãe. São José carpinteiro era o Pai do Menino. Os Reis Magos, vestidos de panos coloridas e doirados, ocupavam os lugares que lhes competiam por ordem de chegada.

 

 No Presépio do Centro Comercial da cidade grande onde moro agora, a representação do Menino tornou-se estranha e pouco natural. Num ambiente neónico, esterilizado, não há vaquinha… Nem burrinho…

Há aquecimento central!

Em vez do Menino é o Nodi que aparece deitado num berço de pevecê metalizado!

Contudo, o que  definitivamente me põe em pranto, é a Barbie na sua pose mais cândida e é o Ken na sua pose mais máscula, usurpando os lugares de Nossa Senhora e de São José!...

Mais!, os Reis Magos são banqueiros gordos, cinzentos…, engravatados!...

 

É este o Presépio da capital…Do capital…Do Mundo civilizado!...

 

Será que ainda há Natal?

 

 

                                                                                                         Joaquim Carvalho

                                                                                                         Paço de Arcos, 16 de Dezembro de 2007

 

SIM.

HAVERÁ NATAL SE TODOS O QUISERMOS TER!

 

Ainda acredito que em

TODOS OS DIAS DO FUTURO

Cada um de nós

é um Universo

onde cabem os universos todos.

 

Há que viver cada dia

                  de modo que o                   AMOR

seja sempre o maior deles.

 

                                                                 É

                                                    

                                                                  I

                                                                 M

                                                                  P

                                                                  E

                                                                  R

                                                                   I

                                                                  O

                                                                  S

                                                                  O!...

 

  É assim que EU QUERO os meus dias,

  os dias de toda a gente,

  todos os dias do FUTURO.

 

 É assim que EU QUERO os meus dias,

 os dias de toda a gente,

 todos os dias do FUTURO.

 

  É assim que EU QUERO.......................

                                                              ...............................................................

                                                              INFINITAMENTE.

 

Um forte abraço

para todos os que de alguma forma me amam

para todos os que de alguma forma não me suportam

para todos os que de alguma forma não se riem comigo

para todos os que de alguma forma eu não me rio com eles....Ainda...

Para todos...

 

                                                                                                Joaquim Carvalho

 20 de Dezembro de 2007

__________________________________________

 

Joaquim Carvalho é meu cunhado.... Licenciado em Química, Engenheiro Químico pelo MIT cá do sítio, decidiu seguir a carreira de professor, actividade que desempenha com a maior eficiência e sacríficio ( hoje em dia , ensinar é um sacrificio, porque os "ensinandos " não querem aprender....)....Mas é nas artes que ele se realiza como ser humano, homo sapiens. Pinta desde os 10 anos de idade, tendo inúmeras exposições em Portugal e no estrangeiro e, ultimamente a escrita também tomou o seu lugar no seu universo particular. Acima figuram as suas palavras e eu fico a pensar, como um artista , consegue dizer desta forma bela tanta coisa......

publicado por mochovelho às 18:14
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 6 de Dezembro de 2007

E FOI ASSIM......

      A PROPÓSITO DE......

 

   A propósito de um comentário de “ SUNSHINE” ao meu último post, que põe em evidência a importância da educação e formação de um povo na sua prosperidade e futuro, quero dizer, em relação a isto o seguinte:

“ 100% DE ACORDO, E É SÓ 100% PORQUE A LÓGICA IMPÕE QUE NÃO POSSA SER MAIS.....”, MAS......( há sempre um MAS no meu espírito....), essa formação e educação não podem ser repentinas e, por outro lado, o povo, classes dirigentes e os governantes têm de ter a mentalidade adequada para a receber e aproveitarem. Vamos recordar o que se passou recentemente em Portugal nesse campo.....

 

   Com a nossa entrada na CE, entraram neste país, talvez centenas de milhões de euros destinados a formação profissional dos portugueses. RAPIDAMENTE, O NEGÓCIO DA FORMAÇÃO SE TRANSFORMOU NUM PASTO DE MAFIOSOS. Foi um “fartar vilanagem” escandaloso. As empresas dedicadas á formação nasceram e proliferaram como cogumelos, muitas delas tendo como “sócios secretos” , os próprios indivíduos da máquina do estado encarregados de seleccionar entidades formadoras e atribuir subsídios.......Começaram então as escolas de formação de vão de escada......Como se lembram, as escolas recebiam um montante por aluno a quem ministrassem um curso qualquer e o aluno era subsidiado em X por mês para frequentar o curso. Ora salvo raras e honrosas excepções, acontecia geralmente que:

  1º-O curso não tinha qualquer interesse para o mercado de trabalho

  2º-Os formadores ou professores eram fictícios

  3º-Não havia aulas é obvio.

  4º-Os “alunos” apareciam por lá de vez em quando para preencherem de uma só vez as folhas de presença e receberem um décimo do subsídio que por direito lhes cabia.

 

    E foi assim que grande parte da população “foi formada” , sob o olhar benevolente ou mesmo a cumplicidade do estado.

   Apenas apresentámos um exemplo.... um outro que conhecemos bem foi a formação intra - empresa. Nesse caso, uma empresa, (fábrica ou outra), conseguia um subsídio para proceder á formação do seu próprio pessoal nas suas instalações. Para tal, ou contratava uma empresa de formação, meio fantasma, que supostamente ministrava o curso, ou era o seu próprio pessoal superior, que nas suas instalações, fazia o papel de formadores....CLARO QUE A EMPRESA GASTAVA NESSA PALHAÇADA MENOS DE 1 DÉCIMO DO DINHEIRO RECEBIDO.

 

  Tive conhecimento de muitas outras situações que não vou aqui expor para não maçar o leitor, mas esta magnífica oportunidade de elevar o nível profissional dos portugueses, ficou nos bolsos dos ESPERTOS, incluindo até sindicatos nesta vergonha. SERÁ QUE TEMOS O QUE MERECEMOS ???? ( e isto é uma pergunta.....)

   Apesar de tudo, assisti e participei, (como formador e formando), em acções de formação nas empresas onde estive, mas posso garantir-vos que, por mais honestas que tenham sido, não serviam para nada senão para criar confusão. E PORQUÊ?

   Porque não se pode pegar num grupo de encarregados, ensinar-lhes as boas regras de trabalho, o controlo adequado do sector, e depois não os deixar aplicar o que aprenderam ou impossibilitar de todas as formas a sua aplicação. ISTO CAUSA UMA FRUSTAÇÃO TREMENDA e o “formado” nunca mais leva nada a sério.......

 

    Na minha modesta opinião, numa empresa, a primeira acção de formação deverá dirigir-se á administração e mais alta direcção, no sentido de preparar estes órgãos para aceitarem a formação dos escalões mais baixos,  aproveitarem o benefício que ela pode trazer  e terem a possibilidade de prepararem de antemão a estrutura de modo que essa formação possa ser bem aproveitada. A FORMAÇÃO DEVE COMEÇAR NO TOPO DA PIRÂMIDE E NÃO PELA BASE. Mas como é que se pode dar formação a indivíduos que estão arrogantemente convencidos que já sabem tudo????

 

    Assisti, com tristeza, ao desperdiçar criminoso de uma oportunidade de educação e formação, que um povo só tem uma vez na vida....

 

publicado por mochovelho às 18:15
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Segunda-feira, 3 de Dezembro de 2007

PRECONCEITO ????

 

   A PROPÓSITO DO POST ANTERIOR

 

  Tenho uma pessoa conhecida que costuma ler os meus tristes escritos e comentá-los por e- mail, apenas para mim.....em vez de os fazer figurar no post....(????)

   A propósito da frase incluída no post anterior : Se não arranjas um preto que trabalhe para ti, então o preto passas a ser tu...., essa pessoa disse que a frase não era digna de mim, mais concretamente que “não fazia o meu género”.......

    Fiquei um pouco desgostoso com a observação, porque as frases devem ser avaliadas no seu contexto, e, naquele em particular, a palavra preto pode até querer dizer “ branco de olhos azuis”. Mas concordo que, mesmo pelas melhores razões, a menção da cor, preto, branco, mulato, ou a referência a diferentes raças possa ferir a sensibilidade das pessoas. Todavia isso não quer dizer que pessoas com essa sensibilidade exacerbada estejam certas nessa sua atitude....De certo modo, considero-as preconceituosas, pois só uma pessoa vítima sistemática do preconceito e/ou ela própria “armazém de preconceitos” , se está sempre a lembrar deles....

  Claro que a frase se poderia escrever, sem perder o sentido que quer ter, como, por exemplo: “ se não arranjas um escravo que trabalhe para ti, então o escravo passas a ser tu....”. Considero isto perfeitamente claro no contexto e mais uma vez digo: Tenho o meu problema com o racismo resolvido há muito tempo por mecanismos perfeitamente racionais e a minha atitude é a seguinte: Não quero saber se a pessoa com quem tenho que conviver é preta, branca ou azul ás bolinhas amarelas....o que me interessa é que ela me trate com a mesma civilidade, cordialidade e solidariedade que eu uso para com ela....Não quero nem uma gota a mais, apenas a mesma medida.....e espero que ela queira de mim  exactamente a mesma coisa.......

                                               FINITO

publicado por mochovelho às 21:32
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 2 de Dezembro de 2007

Passeando entre ideias

                 

 

        UM ASPECTO INTERESSANTE DA    LIBERDADE

      Miguel Sousa Tavares, um jornalista e escritor que muito aprecio, disse a semana passada num dos seus comentários ao cenário nacional, na televisão que, e cito: “ OS PORTUGUESES TÊM UMA QUESTÃO MAL RESOLVIDA COM A LIBERDADE”..... Sempre me pareceu que sim pelas mais diversas razões, mas Miguel Sousa Tavares acrescentou uma muito importante explicando de seguida que : “ Muitos portugueses preferem, não ter liberdade, sujeitarem-se á vontade de um “paizinho”, a troco de terem a garantia do prato de sopa no dia seguinte”.

      O que se diz do povo português pode dizer-se de muitos outros infelizmente, mas é bem verdade que a liberdade tem muitas faces se me é permitida a expressão. Uma dessas faces é a já muito conhecida, propalada e desrespeitada responsabilidade....mas M. Sousa Tavares evoca uma outra muito importante , que é o RISCO. Qualquer ser que seja ou queira ser LIVRE tem que aprender a viver com o RISCO, a aceitá-lo e a geri-lo. É o que nos sucede a nós, seres humanos. A nossa liberdade implica uma série de riscos.....hoje temos um emprego, um ganha pão, amanhã podemos não ter....esta uma característica das sociedades ditas livres, liberais ou neoliberais. A probabilidade de um indivíduo, no meu país, estar empregado hoje e amanhã não ter emprego tem aumentado exponencialmente nos últimos tempos. Não estamos nos países escandinavos, onde a sociedade está suficientemente bem organizada para responder satisfatoriamente a estes problemas e por isso assistimos a um conselho geral aos desempregados: “MONTEM AS VOSSAS PRÓPRIAS EMPRESAS “... o estado ajuda! E eu rio-me amargamente disto......faz-me lembrar aquela velha máxima racista: “Se não arranjas um preto que trabalhe para ti, então o preto passas a ser tu....”.....Bem... com a qualificação dos desempregados e as ajudas do estado, cada um poderá montar a sua pequena taberna e ganharem a vida a venderem copos de vinho uns aos outros......KKKKKK....

(em ciclo fechado....KKKKK)

Como diz uma conhecida cronista portuguesa :

        “OH god, make me good, but not yet....”

 

publicado por mochovelho às 22:13
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

mais sobre mim


ver perfil

. 1 seguidor

pesquisar

Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

AS APLICAÇOES PRÁTICAS D...

DESCRIMINAÇÃO

VIVA A BADERNA

HAVERÁ TERCEIRA VIA??

Há terceira via??????

O PADROEIRO

EMÉTICO

ACUDAM !!!!!

...

BIBA!BIBA!BIBA!

TERRORISMO E PRESERVATIVO...

A CRISE

DISCIPLINA

O QUE SERÁ?

O REGRESSO DOS ABUTRES

O IMOBILIÁRIO

A CRISE

QUE TAL....

Aonde vamos????

DUARTE de ALMEIDA

arquivos

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

links

blogs SAPO

subscrever feeds