Terça-feira, 28 de Outubro de 2008

DISCIPLINA

        

   DISCIPLINA DISCIPLINA DISCIPLINA  DISCIPLINA

A certa altura da minha vida profissional, fui responsável pela compra de um  equipamento caríssimo para a fábrica. Estudadas várias propostas decidi-me por equipamento alemão. Fiz várias viagens á Alemanha, para afinar o fornecimento e, quando chegou a altura, uma equipe alemã, chegou a Portugal e começou a montar o equipamento.... Um espanto...excedeu completamente as minhas mais ambiciosas expectativas......

    O conjunto era composto por enormes e pesadíssimas paletes de ferro de 4 x2 m, que circulavam sobre caminhos de rolos. Em cada palete era instalado um molde, de madeira ou resina das peças a moldar para depois serem vazadas em aço. Todo o circuito era controlado por um computador, onde eram programadas o nº de voltas que cada palete dava ao circuito. Completado esse nº de voltas, a palete recolhia automaticamente a uma linha de armazenamento lateral e outra entrava para o seu lugar. A coisa funcionava espantosamente bem.......O chefe da equipa alemã era o M... , um individuo já de idade, que causava inveja a muito rapaz novo, movendo-se com a agilidade de um macaco naquele enorme estaleiro. Saltava valas, subia por tubos, equilibrava-se nos caminhos das pontes rolantes.... onde fosse preciso lá estava ele.

O único defeito que tinha era o seu mau inglês...mas isso ultrapassava-se bem. Um dia, em conversa com outros engenheiro do estaleiro soube que o M... tinha uma perna amputada, perdida na guerra, e usava uma prótese....Perante aquilo eu fiquei banzado...banzado e envergonhado para falar verdade, pois ele nessa condições conseguia uma aplicação física que eu nem de perto acompanhava.

  Quando foi a altura da aprovação final do equipamento, um dia solene, programei o equipamento e pus aquilo tudo a funcionar.....A certa altura digo para M..: “Agora , vamos tirar a placa 4 e substitui-la pela 9 que está em espera” . M.. olha para mim e diz-me no seu inglês macarrónico: “ Não pode porque programou a placa 4 para dar 10 voltas e ela ainda só deu 6!”  “Está bem, programei a placa 4 para fazer 10 peças , mas agora quero tirá-la e pôr outra, como se faz aqui no comando central da instalação??? Resposta: “Não pode alterar...se programou para dez tem que ser 10”. Durante os dois dias seguintes apresentei todos os argumentos possíveis a M.. para o convencer que tinha de me ser possível , fazer isso, mas a resposta é sempre a mesma: “ O sistema está bem, e o que é programado deve ser feito, deve ir até ao fim....”

  Resolvi convidar o M.. para almoçar, pois pela minha experiência consegue-se muita coisa á mesa. M.. bebeu e soltou-se, contando-me a sua história.....Tinha aprendido o pouco inglês que sabia quando os americanos o prenderam no fim da guerra pois ele pertencia ás SS...Logo que deu conta do que havia confessado, apressou-se com aflição a esclarecer que era das SS mas das tropas de assalto, e que nunca tinha estado nos “catzet” ( campos de concentração??? talvez). Tinha combatido na frente russa.... e aí solta-se novamente e diz: “Ficamos a 30 Km de Moscovo... e eu ali, sem lá chegar....”( cerra os punhos junto á cara). Depois quando os americanos o libertaram foi a vez das comissões alemãs de desnazificação o prenderem outra vez.....Que vida!!!! Este gajo é duro como o aço....eu não vou conseguir o que quero só com palavras, pensei eu...

   No dia seguinte havia outro ensaio do sistema , e mandei pôr numa das placas um molde de madeira velho , já sem interesse, e programei a placa para 10 voltas.... arrancamos e ficamos a controlar. Quando a placa passou á minha frente , á quarta volta, saco de um martelo que tinha atrás das costas e dou uma forte pancada numa flange arrancando-a. O M.. ficou a olhar para mim julgando que eu tinha enlouquecido e então eu disse-lhe: “ Vê M.., acidentes estão sempre a acontecer...e agora o que é que fazemos? Deixamos esta placa andar toda espatifada mais seis voltas.... isso é deitar dinheiro fora!” O M.. olhou para mim com um ar de estonteado e disse-me: “OK amanhã está resolvido!”

  No dia seguinte, quando cheguei ao painel de programação, notei que havia um local onde figurava, algo de novo: uma fechadura embutida com uma chave....O M.. com grande cerimónia, retira a chave e diz-me: “Esta chave permite invalidar a programação estabelecida antes dela chegar ao fim e reprogramar.... mas esta chave é só para si , não é para mais ninguém....só o chefe é que pode modificar a programação  e o que é programado é para ser cumprido.” Guardei a chave e prometi-lhe solenemente que só o chefe de produção teria acesso a ela.

DISCIPLINA  DISCIPLINA DISCIPLINA

 

 

publicado por mochovelho às 21:02
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 26 de Outubro de 2008

O QUE SERÁ?

 

    

  Isto não tem qualquer intenção política,.... na realidade a política partidária não me interessa nem que seja só para falar. Apenas pretendemos mostrar as partidas que as fotografias nos pregam....KKKKK! Claro que podemos identificar Manuela Ferreira Leite e Passos Coelho e a fotografia surge no Diário de Notícias de hoje....

  Concentrem-se na imagem de Manuela Ferreira  Leite .... vejam bem aquele perfil e esclareçam-me:

 AQUELE ESGAR TÃO NÍTIDO, AQUELES OLHOS SEMI-CERRADOS , AQUELA BOCA SEMI ABERTA CORRESPONDEM Á EXPRESSÃO DE UM NOJO IRREPRIMIVEL OU SÃO UMA MANIFESTAÇÃO DE INCONTROLÁVEL DESEJO FÍSICO??????

 

publicado por mochovelho às 19:40
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

O REGRESSO DOS ABUTRES

                      O  REGRESSO DOS ABUTRES

 

    Casas de penhor.... á quanto tempo não via uma, mas agora começam a nascer, ( renascer...) como cogumelos, por todo o lado....Fazem publicidade porta a porta , metem anúncios na minha caixa do correio e entalam papelinhos nos limpa vidros dos carros....

SÃO UM BOM INDICADOR DO ESTADO E EVOLUÇÃO DE UM PAÍS.......DA SUA SAÚDE ECONÓMICA E QUALIDADE DE VIDA DO SEU POVO

     Agora que os vampiros já nos chuparam o sangue , é a vez dos abutres pairarem sobre moribundos e cadáveres para verem o que resta e aproveitarem os últimos nacos....E NÃO HÁ QUEM NOS QUEIRA VALER!

 

publicado por mochovelho às 17:32
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 10 de Outubro de 2008

O IMOBILIÁRIO

        O IMOBILIÁRIO

 

     Não tenho vergonha de dizer que não compreendo o mercado imobiliário português.....às vezes tento consolar-me desta ignorância e estupidez, pondo a mim mesmo a hipótese de não compreender o mercado pelo simples facto de ele não ser na realidade um mercado.....?!?!? Quero dizer: há uns senhores a quem chamam “patos bravos” que constroem umas casas tipo coelheiras e as vendem directamente ou por intermédio de uma imobiliária, mas não existe aquilo que na minha cadeira de economia, devidamente ensinado pelo saudoso Prof. Daniel Barbosa, aprendi o que era “um mercado”.....Nada mais diferente, pois não há curvas de oferta e curvas de procura e não parece haver interacção entre estas duas variáveis. Aprendi que , quando a oferta é muita ou excede a procura num dado ponto de preço de equilíbrio, o equilíbrio volta a encontrar-se a um preço mais baixo. Aprendi que quando a procura sobe, os preços dos bens procurados aumentam, mas nada disso parece passar-se em Portugal com os bens imobiliários...?????.

      Aqui muito perto do sítio onde moro fizeram, há coisa de quatro anos um loteamento importante na sua extensão. Eu e a minha mulher, a insistência desta e não sei bem para quê, fomos visitar o empreendimento uma vez pronto e em venda. Foi educativo: casas pequeníssimas, preços altíssimos.... O que é realmente de admirar é que os investidores da obra possam suportar uma série razoável de andares novos por vender durante anos e anos sem baixarem os preço....Antes pelo contrário, os preços vão aumentando de ano para ano e os andares continuam vazios. Isto diz-me que as margens de lucro são de tal modo altas, que os andares já vendidos a uns otários quaisquer, dão para cobrir todos os custos da obra inteira, e que vender os restantes não é essencial...... Ou estou enganado e a coisa ainda é mais obnóxia do que eu penso?????

     Temos tido governos sucessivos vendidos aos construtores civis.... Ou não têm coragem política para meter o sector na ordem, ou ganham conjuntamente com ele, ou.... (o mais natural), as duas coisas......

     Vou meter-me no negócio e construir um loteamento só de T-1. Os T-1 que vou construir têm apenas uma divisão....Numa das paredes fica uma kitchnette que terá a particularidade de ter embutida uma sanita. Deste modo os esgotos do lava-loiça e da sanita serão comuns, o que poupa custos de construção evitando a existência dessa modernisse chamada casa de banho. O lava - loiça está lateral e frontalmente provido de uns painéis de acrílico móveis, podendo em qualquer altura transformar-se num confortável duche para pessoas baixas. O resto da divisão disponibiliza uns confortáveis 3 x 2 m onde se pode instalar um belo beliche, (apenas para 2 pessoas, porque a altura do andar é apenas de 1, 8 m, uma mesa rebatível na parede oposta e três cadeiras penduradas na parede. Na parede oposta á da kitchnette temos uma rasgada janela de 1 x1 m, fixa. ( não se pode abrir , o que é uma vantagem contra constipações e suicídios). Os prédios, com 30 andares de altura cada um dominarão uma paisagem de fábricas e vacarias perfeitamente ecológica. Mesmo com larga margem de segurança tenciono gastar no máximo 5 mil contos por fogo, ao que adicionarei 15 mil de lucro para mim e 20 mil para as autoridades camarárias do local, ou seja , apresento-me no mercado com o vantajosos preço de 40 mil contos por fogo. Tenho o futuro garantido.

 

Nota importante: os 20 mil contos por fogo para a autarquia só vão sendo entregues ao gestor local da corrupção, á medida que os apartamentos forem vendidos...claro.

 

publicado por mochovelho às 17:56
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

A CRISE

                    A CRISE E O CONSUMO

 

     É crise por todos os lados.....Almoço crise, janto crise e sonho com a crise. Teoricamente isso não me deveria preocupar, pelo menos do modo como foi apresentada inicialmente: uma crise financeira, provocada por uma falta de capacidade das famílias americanas endividadas pela compra de casas a crédito, em pagaram as suas dívidas á banca. Parece que, não tenho a certeza, que essas famílias, na impossibilidade de pagarem as suas prestações as entregaram ás imobiliárias....e foram tantos os casos que passou a haver um superavit de casas no mercado e portanto, o seu preço acabou por descer abaixo do montante que ainda estava por ser pago pelas famílias que as abandonaram..... Foi assim???? É que se foi assim, só existe uma diferença em relação ao caso português: o preço a pagar por casas em segunda mão é muito superior ao que ficou por pagar pela família que saiu.....hehehehehe! É só ganho para a banca.... ao principio.....Mas , se algum dia, não há quem compre as ditas casas eu prevejo uma bancarrota.... e vocês? Claro que não tenho pena nenhuma dos tadinhos dos banqueiros...Para mim, e sem ter qualquer ideologia de extrema - esquerda, eles estavam muito melhor debaixo de sete palmos de terra. A banca é indubitavelmente necessária, mas não com “agiotas da opus dei” á frente......

    Seguidamente a globalização provou o que se esperava: a rápida propagação de toda a espécie de epidemias, inclusive as monetárias, financeiras, a tudo quanto é sítio.

    Mas o que me preocupa realmente? Eu sou um reformado com umas magras poupanças,

(a reforma também é magra pois não sou ex-ministro nem ex-administrador), o que leva que, (espero eu), a incidência da desgraça leve algum tempo a bater-me á porta, mas tenho família jovem e nesse aspecto a economia preocupa-me bastante.... Na realidade, não acredito que a crise seja e continue sendo apenas financeira pois a economia depende de fortemente de factores financeiros, como o acesso ao crédito por parte dos consumidores..... E sem consumo não há produção, e sem produção não há emprego, e sem emprego não há dinheiro para comprar e portanto não há consumo, e se.....Podíamos continuar, que iríamos sempre bater á mesma tecla: CONSUMO! Toda a nossa organização económica se baseia nisto e é exactamente isto que não pode parar, a pronto, a crédito, com banca, sem banca seja como for...... CONSUMO ,CONSUMO e CONSUMO!

 

publicado por mochovelho às 13:02
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 3 de Outubro de 2008

QUE TAL....

    Após o patético delírio com a nossa grande criação, o computador especialmente adaptado para (muito) jovens, de seu nome Magalhães, com uma super apresentação mediática que parece ter a ver algo com a lamacenta política nacional e após o meu inicial contentamento por termos algo de técnico que poderíamos vender em alguns mercados, a chuva de estrelinhas douradas parou, os “confeti” assentaram e eu começo a fazer perguntas.

 A designação comercial do bicho é contestável, mas, tomando em conta que tencionam vendê-lo especialmente na América latina, um nome de maior projecção ibérica que lusa pode ter sido bem escolhido, comercialmente. O pior é o resto. Parece-me que o computador tem, para os alunos do 1º ciclo, preços variáveis, que podem ir de 0 €, até 50 € para alunos carenciados. Correctíssimo! Mas, talvez por ignorância minha, hoje em dia grande parte do valor de um computador está no facto de, através da ligação á internet ser uma gigantesca e inestimável fonte de informação. Posso estar muito enganado, mas isto deve ser válido para os alunos do 1º ciclo com interesses legítimos também.......Ou não??? Sendo a resposta afirmativa como vão esses alunos economicamente carenciados, que recebem o computador a custo zero, pagar a mensalidade da internet?????

   Ou talvez haja aqui uma jogada inteligente, pois qualquer pessoa sabe o que 99.999% dos putos de dez anos fazem com um computador: procura jogar o mais possível, ver sites pornográficos e estudar..... nada de nada que é chato! Assim  sugiro que os computadores sejam configurados para impossibilitar a ligação á net. Eu sei que quer os putos quer os pedófilos estão completamente contra a minha opinião, mas recomendo aos responsáveis o estudo atento desta questão.

 

publicado por mochovelho às 21:46
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

mais sobre mim


ver perfil

. 1 seguidor

pesquisar

Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

AS APLICAÇOES PRÁTICAS D...

DESCRIMINAÇÃO

VIVA A BADERNA

HAVERÁ TERCEIRA VIA??

Há terceira via??????

O PADROEIRO

EMÉTICO

ACUDAM !!!!!

...

BIBA!BIBA!BIBA!

TERRORISMO E PRESERVATIVO...

A CRISE

DISCIPLINA

O QUE SERÁ?

O REGRESSO DOS ABUTRES

O IMOBILIÁRIO

A CRISE

QUE TAL....

Aonde vamos????

DUARTE de ALMEIDA

arquivos

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

links

blogs SAPO

subscrever feeds