Segunda-feira, 28 de Julho de 2008

MULETA NEGRA

      MULETA NEGRA

 

  Em Angola, quando um soldado cometia qualquer crime militar grave era punido de tal modo que isso implicava o alargamento do seu período de comissão. Resultado, havia indivíduos que já iam em mais de três anos de comissão e ainda por cima eram enviados para serviço nos locais mais quentes. No batalhão onde estávamos havia dois : o Corrécio e o Muleta Negra, ambos de uma violência patológica.

   Nesse dia eu estava de piquete e , felizmente , de oficial de dia estava o meu capitão directo, comandante da C.C.S., com quem eu me dava muito bem. Era um miliciano, como eu , mas muito mais velho do que seria normal para a sua condição, pois sendo um grande agrário alentejano, com bons "encostos", tinha arranjado todas as maneiras possíveis de protelar a sua mobilização.

   Como usualmente, á noite, estávamos na messe, a jogar dados e beber uísque com soda, quando somos alertados por grande reboliço. Saímos cá para fora, em plena noite e verificamos um movimento apressado e receoso de vários soldados das companhias operacionais....

     ”O que se passa?

     ”É o Muleta Negra meu capitão....apanhou uma bebedeira de cerveja e está escondido atrás das lages do cemitério. Levou a arma e os carregadores e diz que mata toda a gente....e o gajo é doido, bem sabe....”

      Pensei: isto vai sobrar para mim, que estou de piquete e tenho que o ir lá buscar....ai,ai!

     O capitão mantinha a calma....Era um fulano sem qualquer espírito militar e a sua única preocupação era gozar a vida..... Disse ele para os soldados que se iam juntando:

     “Ninguém faz nada sem ser por minha ordem...”     

     Respirei!

E continuou :

   “ Olha lá oh Alentejano, tu não és o maior amigo do Muleta????”

    “ Sou sim meu capitão, mas num pense que vou lá....Quando ele está assim é sair do caminho.....foda-se!”

    “Não” disse o capitão,” Só quero que fales com ele de longe.....Chega-te á frente diz-lhe quem és e pergunta se ele ali não tem frio”

    O alentejano, lá perguntou, gritando o mais alto que podia mas não se expondo:

     Alentejano:” Olha lá óh meu caralho, atão tu aí nas pedras não tens frio...a moite está a gelar.....”

     Muleta: “ Tenho , mas que se foda ....mato-os a todos!

    Capitão: “Pergunta-lhe se ele tem alguma coisa para beber, para aquecer...”

    Alentejano:”Tens aí alguma coisa que se beba para aqueceres?”

    Muleta: “Nãao....”

    Capitão: “Pergunta-lhe se ele gostava de ter uma garrafa de uísque”

    Alentejano: Olha lá óh meu caralho...gostavas de ter uma garrafa de uísque ai?”

     Muleta “ Queria sim... traz-me uma....”

     Alentejano: “Trago o caralho ...para me dares um tiro não?

      Muleta” Nãâoo...tu és amigo , a ti não faço mal se trouxeres uma garrafa...”

    Entretanto o capitão já tinha mandado o Firmino ir ao quarto dele e trazer uma garrafa da prateleira  "Traz Sbel, ouviste...Antiquary não que é bom demais”

.....Tratava-se agora de convencer o Alentejano  a oferecer o peito a possíveis balas e levar a garrafa ao Muleta... O capitão, que tinha todas as garrafas que queria, sacrificou mais uma para o convencer.

     O alentejano foi-se aproximando do abrigo do muleta, sempre de garrafa no ar e com grande conversa..... Lá chegado largou a garrafa no colo do muleta e pôs-se a correr para uma protecção fidedigna.

    Perguntámos ao capitão: “Então e agora?”

Capitão: "Agora? Cada um vai á sua vida, nós voltamos ao nosso jogo e o muleta bebe a garrafa.....”

.....Os sons foram esmorecendo....o muleta foi calando as suas ameaças, até que , daquele lado, ao fim de duas horas só havia silêncio. Nessa altura aproximamo-nos cuidadosamente....O muleta dormia pesadamente , cozendo uma bebedeira colossal. Ao lado dele uma garrafa de Sbel quase vazia.....Foi só pegar no corpo e metê-lo no casebre de pedra que servia de cadeia.....

....Aquele capitão era cá um rato....KKKKK!

 

publicado por mochovelho às 18:45
link do post | comentar | favorito
9 comentários:
De NEOABJECCIONISMO a 28 de Julho de 2008 às 20:37
mochovelho .
Dados, uísque com soda. Que vida boa era a dos milicianos.
O muleta foi de cana mas mamou a garrafa ao capitão.
Esperto, o seu capitão. E o muleta era um bluff de perigosidade. Se estivesse passado não avisava, magicava e agia sem aviso.
Mas a sua história está bem contada. Os diálogos, que são o meu ponto fraco, em si são um primor.
Registo este quadro. E conte mais de vez em quando.
Um abraço grande
De mochovelho a 29 de Julho de 2008 às 12:12
Meu caro.... boa vida a dos milicianos???? Não me ofenda. Sabe para onde estava eu para ir quando o exército me arrastou pelo pescoço para fazer não sei o quê??? Preparava-me para partir para Inglaterra , para estudar na universidade de Sheffield com uma bolsa da Nato e seguir depois a carreira académica...Esta a boa vida deste miliciano. Dois anos e meio daminha vida ...e para quê? É capaz de explicar-me????
Quanto ao muleta , ele era perigoso mesmo....mas bBêbado era menos.....KKKKK! Um abraço.
De NEOABJECCIONISMO a 29 de Julho de 2008 às 20:37
mochovelho.
Não se ofenda. A esta distância podemos brincar um pouco entre ex-combatentes que se safaram.
Claro que partiu as oportunidades de muitos que ficaram. Depois tentou emendar desajeitadamente com os exames facilitados. Mas o que se perde num dado momento é irrecuperável.
Felicito-o
Um abraço
De mochovelho a 29 de Julho de 2008 às 12:20
P.S á minha resposta..... Mas que mal t~em os seus diálogos.... não há nada de mal construido neles.....Um abraço!
PS do PS.- Falei com oque me parece ser sua familia chegada:
--- A Gatamaneiras: ( dois blogs, hem), que me parece ser sua neta
--- O Romanesco , que diz ser o seu 1º
--- E finalmente o seu 3º
PARABÉNS!
De NEOABJECCIONISMO a 29 de Julho de 2008 às 21:52
mochovelho.
Obrigado por tudo. A minha neta é a gatamaneiras, onde procuro ir registando os seus avanços para memória dela. Acho giro que ela mais tarde uma referência dela própria. O outro foi um embuste que saiu agregado ao Samuel e eu queria-o independente.
Como vê, trabalho não me falta e eu preciso ainda de mais e ganhar algum porque me tramaram ainda com muito para dar.
Um abração
De mochovelho a 30 de Julho de 2008 às 20:13
PS do PS do PS á minha resposta.... ( pareço o finado Almirante Américo Thomás.....KKKKK!). Eu não beneficiei desses exames facilitados, pois quando parti tinha o meu curso e estágios completos......mas dizem as más linguas que houve tipos que, quando voltaram tiraram medicina em três anos......eu não acredito! Um abraço.

Comentar post

mais sobre mim


ver perfil

. 1 seguidor

pesquisar

Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

AS APLICAÇOES PRÁTICAS D...

DESCRIMINAÇÃO

VIVA A BADERNA

HAVERÁ TERCEIRA VIA??

Há terceira via??????

O PADROEIRO

EMÉTICO

ACUDAM !!!!!

...

BIBA!BIBA!BIBA!

TERRORISMO E PRESERVATIVO...

A CRISE

DISCIPLINA

O QUE SERÁ?

O REGRESSO DOS ABUTRES

O IMOBILIÁRIO

A CRISE

QUE TAL....

Aonde vamos????

DUARTE de ALMEIDA

arquivos

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

links

blogs SAPO

subscrever feeds