Segunda-feira, 30 de Abril de 2007

ESTUDAR

A TRAGICOMÉDIA DO ENSINO EM PORTUGAL

PARTE I - NO MEU TEMPO

 1 - A QUARTA CLASSE

    No meu tempo, tínhamos primeiro o ensino básico, a chamada " Quarta Classe ", pois eram 4 anos de escolaridade sucessivos. A maior parte da população que estudava alguma coisa ficava-se por esta quarta classe, o que era considerado já muito bom......De lembrar que neste "pack" de estudo, tínhamos de fazer exame oficial de passagem da 3ª classe para a 4ª e depois , exame final da 4ª...Mais , esses exames eram feitos numa escola diferente da que frequentávamos , por professores diferentes....Dos que iniciavam o ensino básico, talvez apenas 50% conseguissem chegar ao fim. Um pouco traumático para crianças dos 6 aos 11 anos de idade. Por aí ficava 90% da população estudantil, que seria talvez 15% da população total. Estas percentagens dão bem uma ideia do quanto o diploma desses 4 anos de estudo era importante.

2 - O LICEU

   Quem podia seguia o Liceu...Um conjunto de dois anos logo a seguir á quarta classe, seguido de um conjunto de três anos e finalizando com outro conjunto de dois. Tínhamos assim, no Liceu o  1º ciclo ( 1º e 2º anos) seguido do 2º ciclo (3º, 4º e 5º anos) e finalmente o 3º ciclo (6º e 7º anos). Tínhamos exames escritos e orais na finalização do 1º ciclo, do 2º e do 3º.Não era fácil fazer todo o Liceu nos 7 anos previstos, porque , por exemplo, no 2º ciclo tínhamos 9 disciplinas , se bem me recordo. Portanto, ao lado dos que iam passando de ano estavam os repetentes.Dada a extensão e complexidade da matéria, um individuo com o 7º ano estava apto , e era requestado para trabalhar , por exemplo no sector bancário e semelhantes....O sacrifício exigido a adolescentes que frequentavam o ensino oficial era enorme, e só no 6º e 7º ano do Liceu , havia diferenciação apreciável das matérias ensinadas, de acordo com o rumo que o aluno escolhia: Ciências, Letras, Humanísticas, etc.....( mas mesmo assim , eu , que escolhi ciências, não me livrei de dois anos de Filosofia....kkkkk)

3- O ENSINO TÉCNICO

 Um estudante com o 2º ciclo completo, ( aprovado no 5º ano do liceu), podia ingressar directamente no ensino técnico, institutos de engenharia ,comerciais e outros, onde frequentavam cursos especializados de três anos. Repare-se que , quem seguisse este rumo e fosse bom estudante, estaria apto a entrar no mercado de trabalho por volta dos 19 anos de idade. Muitos o fizeram , e deram muito boa conta de si sendo bastante importantes no desenvolvimento do tecido industrial da época.

4-A UNIVERSIDADE

  Só quem tivesse Liceu completo ( aprovação no 7º ano), podia frequentar a universidade.... e ás vezes havia problemas...No meu caso , devido ás altas classificações que obtive no Liceu, entrei directamente na minha faculdade, o IST, mas, muitos colegas meus, sem classificações tão altas, depois de passarem pela agonia dos exames do 7º ano no Liceu, e apesar de aprovados, ainda tiveram que ir fazer exames de Matemática e Física no próprio IST.... e alguns não entraram á primeira.  O Curso de Engenharia era o mais longo curso que existia nessa época, SEIS anos de faculdade mais seis meses de estágios. Se, ao longo de todo este percurso, não tivéssemos "falhado" ano nenhum, na melhor das hipóteses podíamos apresentar-nos ao mercado de trabalho por volta dos nossos 23/24 anos...GRRR

5- CONSIDERAÇÕES

  Neste tempo eram já permitidas as escolas particulares, para o ensino básico e liceal, mas os alunos desses estabelecimentos particulares tinham que fazer os seus exames nos estabelecimentos públicos, no ensino oficial, com professores estranhos que não os poupavam. Quanto ás instituições universitárias eram todas públicas, sem excepção. Não existiam universidades privadas. Reconheço que , em muitos aspectos este sistema era detestável essencialmente porque era elitista... Nesse tempo, poucas famílias podiam aguentar o encargo de filhos não só inactivos, mas com grandes despesas extra, durante 18 anos de estudo......

  A filosofia de ensino na Universidade não estava de modo algum isenta de fortes críticas, e a percentagem de pessoas que concluíam os cursos era baixa...mas ninguém se preocupava com isso....na realidade, penso que as "autoridades" até achavam que isso era bom..... Na minha faculdade , o IST, foi-nos dito logo o seguinte: "Não estamos aqui para vos ensinar o "COMO" , mas sim o "PORQUÊ", porque se vocês souberem o porquê, descobrirão o como"  E TANTO QUANTO SEI, ASSIM CONTINUA, sendo "malgré tout" a instituição universitária mais prestigiada de Portugal. Não me queixo do que me ensinaram, mas sim da forma como me ensinaram....foi sempre pelo caminho mais penoso, mais difícil....Diria que o corpo docente nos queria endurecer, dotar-nos de resistência á adversidade, aprender a ultrapassar dificuldades....mas o tempo , a experiência da vida acabou por me ensinar que procediam assim por prepotência, por estatuto....por complexos, por defeitos , e não porque se interessassem minimamente por nós.

 

     Amanhã deixarei aqui algumas opiniões sobre o ensino actual....para quem estiver interessado. Mas vou adiantando, que, se no passado foi uma tragédia, actualmente é uma comédia....

publicado por mochovelho às 21:25
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim


ver perfil

. 1 seguidor

pesquisar

Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

AS APLICAÇOES PRÁTICAS D...

DESCRIMINAÇÃO

VIVA A BADERNA

HAVERÁ TERCEIRA VIA??

Há terceira via??????

O PADROEIRO

EMÉTICO

ACUDAM !!!!!

...

BIBA!BIBA!BIBA!

TERRORISMO E PRESERVATIVO...

A CRISE

DISCIPLINA

O QUE SERÁ?

O REGRESSO DOS ABUTRES

O IMOBILIÁRIO

A CRISE

QUE TAL....

Aonde vamos????

DUARTE de ALMEIDA

arquivos

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

links

blogs SAPO

subscrever feeds